Semana On

Domingo 22.mai.2022

Ano X - Nº 488

Legislativo

Amarildo apresentará emenda para estender auxilio emergencial aos pescadores

‘A pandemia afeta a todos de uma maneira geral, mas afeta os mais humildes, principalmente no desempenho das suas atividades’, afirmou o deputado

Postado em 01 de Julho de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O deputado Amarildo Cruz (PT), líder da bancada do PT na ALEMS, falou nesta semana sobre a situação dos pescadores de Mato Grosso do Sul. “Devo apresentar emenda ao Projeto de Lei 185/2021, do Executivo, aprovado em primeira votação, que institui auxílio destinado ao pessoal da área do turismo, em especial aos guias de turismo. A emeda é para que esse benefício seja ampliado aqueles que desenvolvem a atividade pesqueira em nosso Estado”, explicou.

“Quem vive e depende da pesca para se sustentar e sustentar sua família não foi afetado apenas pela pandemia, há outras peculiaridades, um exemplo é a região dos municípios que estão na Bacia do Rio Paraná, que não conseguem desenvolver a sua atividade econômica como antes, por conta da crise hídrica no País, devido a regulação de fechamento das compostas nas usinas próximas, e em consequência a diminuição da quantidade de água nas margens, e peixes”, declarou Amarildo Cruz.

Amarildo ainda pediu o apoio de todos os parlamentares na aprovação da emenda. “Em todas as regiões de nosso Estado existe a atividade pesqueira, que é extremamente rico do ponto de vista de rios, a pandemia afeta a todos de uma maneira geral, mas afeta os mais humildes, principalmente no desempenho das suas atividades, e não é diferente com os pecadores do Mato Grosso do Sul, com a pesca de subsistência ou pequeno comércio em função da mesma, peço o apoio de todos, pois estaremos atendendo um setor extremamente penalizado”, ressaltou.

O deputado Eduardo Rocha (MDB), vice-presidente da ALEMS, também conhece de perto a realidade dos pescadores do Estado. “Conte com meu apoio e vamos fazer uma gestão junto ao Governo do Estado para socorrer essas pessoas que estão precisando, e muito, e que vivem da pesca em Mato Grosso do Sul”, reiterou. 


Voltar


Comente sobre essa publicação...