Semana On

Quarta-Feira 04.ago.2021

Ano IX - Nº 454

Campo Grande

Reviva garante segurança e conforto para pedestres com padronização de calçadas

Além das obras de drenagem, que vão minimizar os problemas com alagamentos na região, as calçadas estão recebendo tratamento especial com padronização

Postado em 30 de Junho de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Quem anda pelo centro da cidade já pode ver a transformação na infraestrutura em várias vias do chamado microcentro. Além das obras de drenagem, que vão minimizar os problemas com alagamentos na região, as calçadas estão recebendo tratamento especial com padronização.

A segunda fase do Programa Reviva Campo Grande começou em maio com serviços nas calçadas em duas frentes de trabalho, uma na Rua Barão de Melgaço com a Rui Barbosa e outra na Rua Marechal Rondon com a Rui Barbosa. Na sequência, as obras seguiram pela Marechal Rondon, em direção à Avenida Júlio de Castilho.

O trecho inicial, na Barão de Melgaço, já está praticamente concluído, trazendo mais segurança e conforto ao pedestre.

Novas interdições

No último dia 30, um novo trecho de calçadas começa a receber intervenção, iniciando com a demolição. Será no lado esquerdo da Rua Padre João Crippa, entre a Rua Barão de Melgaço e a Avenida Fernando Corrêa da Costa. Por conta desse trabalho, o fechamento da via será parcial e a orientação é de atenção redobrada no trânsito para evitar transtornos.

Terminado este trecho, na próxima segunda-feira (5), a empreiteira dá sequência ao trabalho até a Rua 7 de Setembro, entre a Rui Barbosa e Pedro Celestino, com fechamento parcial da Rua 7 de Setembro.

Reviva Campo Grande

A revitalização do microcentro engloba 21 quilômetros de via, envolvendo o quadrilátero que vai da Avenida Fernando Corrêa da Costa até a Avenida Mato Grosso, e da Avenida Calógeras até a Rua José Antônio, com algumas extensões, como a Dom Aquino, Marechal Rondon e Barão do Rio Branco, até a antiga rodoviária.

O projeto de arquitetura prevê calçadas padronizadas, recapeamento asfáltico, mobiliário urbano, coleta seletiva de lixo, sistema de videomonitoramento, conexão wi-fi gratuita, iluminação com lâmpadas de LED, semaforização inteligente para segurança de pedestres e motoristas. Além disso, quem passar pela região sentirá o conforto térmico trazido pela arborização e paisagismo planejados.


Voltar


Comente sobre essa publicação...