Semana On

Segunda-Feira 25.out.2021

Ano X - Nº 464

Legislativo

Camila Jara pede inclusão de bancários, caixas de supermercado e mais três grupos como prioridade para vacinação

Sendo esses serviços essenciais, não é recomendado o risco de ocorrer paralisações, o que geraria inúmeras consequências aos moradores da Capital, afirma a vereadora

Postado em 16 de Junho de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Trabalhadores de serviços essenciais, como os funcionários da concessionária de água da Capital, a Águas Guariroba, da Energisa, bancários, caixas de supermercado e motoristas de aplicativo podem ser incluídos como prioridade para a vacinação contra a Covid-19 em Campo Grande. É o que pede o ofício encaminhado pela vereadora Camila Jara (PT) ao Secretário Municipal de Saúde, José Mauro Pinto de Castro Filho. 

O documento se baseia no Decreto Estadual n° 15.632/2021, que lista os serviços considerados essenciais, e no fato de os trabalhadores desses serviços não terem sido vacinados ainda. “Mesmo indo pra rua, estando em constante contato com a população, correndo alto risco de se contaminarem, esses trabalhadores não pararam, mas também não foram imunizados ainda. Por isso o nosso pedido de incluí-los tão logo chegue a nova remessa de vacinas à Capital”, explicou a vereadora. 

Além disso, o documento reforça que sendo esses serviços essenciais, não é recomendado o risco de ocorrer paralisações, o que geraria inúmeras consequências aos moradores da Capital. 

Pedidos já atendidos

Desde que teve início a vacinação contra a Covid-19 em Campo Grande, a vereadora Camila Jara já encaminhou alguns ofícios às Secretarias Estadual e Municipal de Saúde. Três deles foram atendidos.

Em fevereiro, um ofício encaminhado à SES solicitava a inclusão dos indígenas em contexto urbano como prioridade na vacinação. Após algumas negociações, as comunidades indígenas da Capital receberam a primeira dose da vacina no início de abril  e a segunda dose no início de junho.

Em maio, foi solicitada a inclusão das pessoas com deficiência permanente no grupo prioritário, o que foi atendido dias depois. 

Mais recentemente, no dia 06 de junho, teve início a vacinação de lactantes contra a Covid-19 em Campo Grande, após ofício encaminhado pela vereadora ao Secretário de Saúde do município, José Mauro Pinto de Castro Filho, no dia 31 de maio.


Voltar


Comente sobre essa publicação...