Semana On

Quinta-Feira 05.ago.2021

Ano IX - Nº 454

Legislativo

Prefeitura entrega proposta de alteração no Prodes e outros 59 projetos de incentivo

Juntos, projetos somam R$ 391 milhões de investimentos na Capital, com a geração de mais de 2 mil postos de trabalho

Postado em 08 de Junho de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, entregou no último dia 7 a proposta de alteração na Lei do Prodes (Programa para Incentivos ao Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande), bem como outros 59 projetos que, juntos, somam R$ 391 milhões de investimentos na Capital, com a geração de mais de 2 mil postos de trabalho.

O ato foi realizado no Plenário Edroim Reverdito, na sede da Casa de Leis, e contou com a presença do secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Agronegócio, Rodrigo Barbosa Terra, e do diretor-presidente da Funsat (Fundação Social do Trabalho), Luciano Martins.

“Campo Grande é líder na criação e multiplicação de empregos, mesmo na pandemia. Hoje, enviamos pedidos de empresas dos mais diferentes setores que solicitam algum tipo de isenção em razão dessa pandemia. Assim, vamos gerar empregos e oportunidades para seres humanos”, considerou Trad.

Entre as mudanças inseridas no projeto de lei, estão ações para desburocratizar os trâmites processuais para concessão dos incentivos e, ainda, fomentar as ações sociais e de sustentabilidade. Neste caso, por exemplo, foram feitas alterações nos critérios concedendo benefícios adicionais aos empreendimentos que incentivem o desenvolvimento social, ambiental e sustentável.

O Executivo também entregou o projeto de lei que cria o microcrédito popular, com taxas de juros reduzidas -  a proposta faz parte do plano de retomada econômica da Capital. Segundo Rodrigo Terra, todo cidadão pode ter acesso ao projeto.

“Ele [o projeto] abre a possibilidade para todo cidadão campo-grandense, ou iniciar um novo empreendimento, ou ampliar o que já possui. Aquelas pessoas que não têm acesso aos bancos terão ao microcrédito nessa nova lei que a Prefeitura encaminhou para a Câmara”, disse.

O presidente da Comissão Permanente de Indústria, Comércio, Agropecuária e Turismo da Câmara, vereador Dr. Victor Rocha, frisou que o colegiado irá analisar os projetos de maneira criteriosa.

“Todos serão analisados, toda sua legalidade, e depois estarão prontos para votação. Temos mais de R$ 391 milhões em investimentos em Campo Grande, com mais de 2 mil empregos. O que for bom para Campo Grande vai sempre contar com apoio do Legislativo. Nossa responsabilidade é facilitar e gerar emprego e renda para nossa cidade”, garantiu.

Já o presidente da Câmara, vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão, destacou o trabalho desenvolvido pela Casa, que tem auxiliado o Executivo nos projetos mais relevantes para a cidade.

“Não tem nenhum projeto parado aqui na Câmara que atrapalhe o desenvolvimento da cidade. Temos analisado projetos até em regime de urgência para ajudar Campo Grande. Com responsabilidade e celeridade, vamos analisar as propostas que deram entrada. Os que estiverem dentro da legalidade, serão aprovados para que possam gerar emprego e renda”, finalizou.


Voltar


Comente sobre essa publicação...