Semana On

Terça-Feira 15.jun.2021

Ano IX - Nº 447

Mato Grosso do Sul

Lotação máxima em cidade de MS faz Saúde mandar 8 pacientes com Covid para Rondônia

Governo do Estado distribui aos municípios 8.190 doses da vacina da Pfizer

Postado em 04 de Junho de 2021 - Graziela Rezende (G1 MS), Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Oito pacientes diagnosticados com Covid-19 e que estavam internados em Dourados, na região sul do estado, estão sendo transferidos para Rondônia nesta sexta-feira (4). O município, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES) está em bandeira cinza, com lotação máxima no sistema de saúde.

A transferência destes pacientes ocorre após autorização dos familiares e dos próprios pacientes. No dia anterior, houve uma reunião coordenada pelo Coronel Marcello Fraiha, Assessor da Secretaria de Estado de Saúde, em que envolveu diversos representantes de instituições do estado e de Rondônia, além do Ministério da Saúde e da Defesa.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a oferta de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi oferecida pelo secretário Fernando Rodrigues Máximo (Saúde) e pelo governador do Estado de Rondônia, Marcos Rocha.

Ainda conforme Resende, este "é um ato de reciprocidade", já que, em janeiro deste ano, o estado de Rondônia precisou dos leitos do Hospital Regional (HR), que é do governo do estado. Agora, ocorre uma retribuição de "forma generosa".

A transferência teve início às 6h (de MS), com os pacientes saindo em ambulâncias - do tipo UTI móvel, para a capital sul-mato-grossense, acompanhado de médicos e enfermeiros, sendo o estado de Rondônia o destino final.

Dos 8 pacientes, 4 são mulheres com idades de 79, 68, 58, 52 e de 29 anos. E 3 são homens de 55, 51 e 32 anos. O transporte aéreo será realizado com emprego da aeronave C105 Amazonas da ALA 5 da Força Aérea Brasileira (FAB) previsto para decolar às 12h.

Antes, no dia 2 de junho deste ano, o primeiro paciente a ser encaminhado para Porto Velho (RO) foi transferido no dia 2 de junho e reside em Bonito, na região sudoeste do estado.

Paciente de outro município

Nesta sexta (4), segundo a SES, o décimo paciente a ser transferido é um homem 29 nove anos, que está internado em Eldorado, a 447 km de Campo Grande. Ele vai na UTI aérea do Corpo de Bombeiros, com saída de Eldorado prevista para às 11h de Eldorado e previsão de chegada em Porto velho às 18h.

Espera por leitos

Em Mato Grosso do Sul, conforme a Saúde, 293 pessoas aguardam por leitos nesta sexta-feira (4). Nesta mesma data, a taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid é de102,87%, tanto na rede privada quanto pública.

Governo do Estado distribui aos municípios 8.190 doses da vacina da Pfizer

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, as doses recebidas são importantes para continuar o esquema vacinal da população. “Mato Grosso do Sul tem sido exemplo para o país tanto distribuição quanto na aplicação da vacina contra a COVID-19”.

Os municípios começaram a retirar as vacinas na manhã desta sexta-feira (04) no prédio da Ceve. A relação da quantidade recebida por cada município do imunizante foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira.

O carregamento com o 28º lote de vacina chegou na noite desta quinta-feira (03), às 18h30, no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Após a carga ser carregada no veículo da transportadora, a Polícia Federal realizou a escolta até o prédio da Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiologia. As doses foram armazenadas no ultrafreezer emprestado pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), com capacidade de armazenar as vacinas até a temperatura de -86 ºC.

Mato Grosso do Sul vacinou até o momento 1.246.024 pessoas, sendo 873.102 com a primeira dose e 372.922 com a segunda dose. De acordo levantamento nacional, Mato Grosso do Sul está entre os estados brasileiros com melhor desempenho na vacinação. Aqui, 31,08% da população adulta receberam a 1ª dose do imunizante e 13.27% foram imunizados com a segunda dose.


Voltar


Comente sobre essa publicação...