Semana On

Segunda-Feira 21.jun.2021

Ano IX - Nº 448

Mato Grosso do Sul

‘Encurtando caminhos e gerando oportunidades’, diz governador ao autorizar pavimentação da MS-352

Grupo recebe autorização para iniciar estudos de concessão da MS-112 e trechos da BR-158 BR-436

Postado em 03 de Junho de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Ao assinar a ordem de serviço da pavimentação do primeiro trecho da rodovia MS-352, que liga a BR-262 a região da Ponte do Grego, de alta produção agropecuária e comunidades tradicionais, em Terenos, o governador Reinaldo Azambuja reafirmou o compromisso do seu governo de investir R$ 5 bilhões em obras de infraestrutura até 2022. “O asfalto encurta caminhos, integra o Estado e gera riquezas e oportunidades a todos”, disse ele.

Acompanhado do secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, o governador autorizou o início da pavimentação de 15 km da MS-352, com recursos (R$ 21,2 milhões) do Fundersul, e garantiu iniciar ainda nesta gestão a segunda etapa da obra, que compreenderá mais 25 km até a localidade denominada Ponte do Grego, no Rio Aquidauana. Este segundo trecho está em fase de elaboração do projeto executivo.

“Somos hoje o Estado com maior capacidade de investimentos, em todas as áreas, e aqui estamos tornando realidade uma das obras prioritárias do governo, dentro de uma lógica de integrar os polos de produção, dinamizar a economia e tornar o Estado mais competitivo”, afirmou Reinaldo Azambuja. “Esta é mais uma obra pactuada com os prefeitos e vereadores, que também beneficia pessoas e uma região esquecida por muitos anos.”

Infraestrutura: realidade

Para que Mato Grosso do Sul atingisse o equilíbrio financeiro e recuperasse sua capacidade fiscal, segundo o governador, foram necessárias medidas duras, algumas impopulares, contudo o resultado alcançado é de um Estado saudável economicamente e disponibilidade de recursos próprios para construir políticas públicas, cumprir metas e fazer entregas. “Administrar é também realizar sonhos, como o que estamos realizando aqui hoje”, frisou.

A pavimentação da MS-352, entre a BR-262 e as MS-355 e MS-447, beneficia não apenas o município de Terenos, como integra a região com Rio Negro, Aquidauana, Corguinho e Rochedo. A chegada da infraestrutura viária elimina as dificuldades de escoamento da produção agropecuária, em expansão, e alavanca o turismo de pesca, além de proporcionar maior segurança aos usuários, em especial aos moradores das comunidades.

“É uma vitória!”, comemorou a antiga moradora Luzia Torres, 62, líder comunitária da Ponte do Prego. Abraçada ao governador Reinaldo Azambuja, Luzia disse que muitos governantes já prometeram o asfalto na MS-352, mas agora ela tem “a absoluta certeza” que esse sonho está se tornando realidade. “Estou muito feliz, peço a Deus para iluminar sempre o senhor”, comentou. “Qualquer dia venho a sua casa comer um frango caipira”, brincou o governador.

Governo municipalista

Com prazo contratual de conclusão em 12 meses, a obra poderá ser antecipada, conforme meta da empresa contratada, a Weiller Construção Civil, que pretende iniciar o serviço em duas semanas e contratar 50 trabalhadores. Produtores rurais e lideranças comunitárias, além de representantes do Legislativo e prefeitos da região, prestigiaram o evento de autorização da obra, realizado entre lavouras de milho na beira da estrada.

Para o prefeito de Terenos, Henrique Wancura Bubke, o mérito da execução da pavimentação da M-352 é de todos, principalmente do governador Reinaldo Azambuja e do secretário Eduardo Riedel. “São grandes parceiros de Terenos e de todos os municípios”, disse. “Um governo que cumpre o que promete, como este asfalto, hoje realidade. Essa obra vai beneficiar o setor produtivo e o turismo em uma região próxima a Campo Grande”, citou.

Ao destacar a finalização de mais uma etapa do Programa Governo Presente e Municipalista, ao qual a MS-352 está inserida, o secretário Eduardo Riedel salientou que os projetos estruturantes do governo foram construídos ao longo de seis anos, em harmonia com os demais poderes e com um Estado equilibrado financeiramente. “Este é um governo que ouve os municípios e atua em sintonia com as nossas bancadas para propiciar investimentos como esta obra”, pontuou.

Presentes ao evento em Terenos: deputado federal Beto Pereira (ex-prefeito do município); deputados estaduais Paulo Corrêa (presidente da Assembleia Legislativa), Mara Caseiro (líder do governo na Assembleia Legislativa), Barbosinha e Gérson Claro; prefeitos Adilson Ribeiro (Aquidauana) e Wlademir de Souza Volk (Dois Irmãos do Buriti); presidente da Federação das Indústrias de MS (Fiems), Sérgio Longen; e secretário-adjunto da Seinfra, Pedro Caravina.

Concessão da MS-112 e trechos da BR-158 BR-436

O Governo do Estado, por meio do Escritório de Parcerias Estratégicas (EPE), dá início a fase de estruturação do projeto de concessão da rodovia MS-112 e trechos da BR-158 e BR-436. No último doa 1, um grupo composto por quatro empresas recebeu a autorização para elaborar os estudos técnicos que irão demonstrar a viabilidade do projeto.

De acordo com a Deliberação nº 27 do Conselho Gestor do PROPPP (Programa Estadual de Parceria Público-Privada), publicada no Diário Oficial do Estado, na edição dessa terça-feira (01.06), o grupo é formado pelas empresas Moysés & Pires Sociedade de Advogados, Infraplan Consultoria Ltda, Vallya Advisors Assessoria Financeira Ltda e Proficenter Negócios em Infraestrutura. O prazo para conclusão dos estudos técnicos é de 120 dias.

“Uma das prioridades do nosso o Estado é a implantação de uma política de melhoria em infraestrutura rodoviária. O contrato de concessão a longo prazo acelera e otimiza os investimentos neste setor”, afirmou a secretária Especial de Parcerias Estratégicas do Governo de Mato Grosso do Sul.

A primeira concessão rodoviária de Mato Grosso do Sul foi a MS-306, localizada ao norte do Estado. A partir daí, considerando a diretriz estadual em desenvolver e incentivar parcerias estratégicas com a iniciativa privada - e ainda sanando a necessidade de utilizar elementos inovadores na gestão pública, o EPE lançou, em abril, o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) nº 02/2021, a fim de estruturar os estudos técnicos da futura concessão da MS-112.

O objetivo do projeto de concessão é ampliar as condições de trafegabilidade, garantir a segurança dos usuários, bem como estimular o desenvolvimento socioeconômico regional.

“É missão inadiável da administração pública valer-se de elementos inovadores, por meio do uso de novos instrumentos e de parcerias, voltados para a melhoria de infraestrutura do Estado”, ressaltou a secretária.

A área territorial que será objeto de estudo (MS-112, BR-158 e BR-436) abrange seis municípios do Estado: Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas. As rodovias estão localizadas na área nordeste de Mato Grosso do Sul e se desenvolvem ao longo da divisa com os Estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

MS-112

A Rodovia MS-112, com 200,9 km de extensão, se estende quase em paralelo com a BR-158, ligando Três Lagoas à Cassilândia, passando pelo município de Inocência e atendendo a uma das regiões de agronegócio no Estado.

A rodovia, além de relevante rota de escoamento da produção agropecuária e de celulose, é um importante polo de integração comercial e de produção entre Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Goiás e Minas Gerais

BR-158

A BR-158, que dá continuidade à MS-306 - rodovia recentemente concessionada-, é importante rota de escoamento da região Centro-Oeste. Dessa forma, a rodovia serve como acesso ao modal hidroviário do Mercosul, através da Hidrovia do Rio Tietê-Paraná, além de servir como rota rodoviária para os caminhões que buscam o porto Marítimo de Paranaguá e Santos.

BR-436

Com extensão de 14,4 km, a BR-436 tem início e fim dentro do território sul-mato-grossense, atua como porta de acesso ao estado de São Paulo e liga os municípios de Aparecida do Taboado (MS) e Rubinéia (SP).


Voltar


Comente sobre essa publicação...