Semana On

Sexta-Feira 17.set.2021

Ano X - Nº 460

Coluna

Vinagreira marca presença pelo sabor na tradição maranhense e valor nutricional

A espécie é tradicional no Maranhão e considerada como Panc na maior parte do Brasil

Postado em 02 de Junho de 2021 - Afonso Bezerra – Brasil de Fato

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Brasil a classifica a vinagreira como uma Planta Alimentícia Não Convencional (Panc). Mas essa espécie é muito popular e abundante nos pratos mais típicos do Maranhão. 

Herança africana na cultura maranhense, a vinagreira é usada em vários pratos, o principal deles é o arroz de cuxá, uma grande mistura da pasta azedinha da planta com camarões, farinha de mandioca, gergelim e o arroz, acompanhado geralmente por peixe frito. Uma delícia de dar água na boca.

O chef Gopa Kumara explica que, hoje, há uma aposta na versatilidade da planta. 

"Há grandes possibilidades de você usar a vinagreira. Não só para o clássico prato típico do Maranhão, o cuxá ou arroz de cuxá, mas tentar trabalhar esta folha para que ela possa adquirir diferentes texturas, utilizando seu sabor mais cítrico, azedinho", afirma.  

Enquanto o arroz de cuxá busca um espaço entre os patrimônios maranhenses, a vinagreira triunfa como uma planta saudável, versátil e rica em diversos nutrientes. O seu fruto, o hibisco, serve para produção de chás, sendo uma importante aliada para a saúde.

A nutricionista Therena Fernandes destaca os benefícios para a nossa imunidade.

"A vinagreira tem vitamina C e betacaroteno, que são dois antioxidantes que podem ajudar no fortalecimento da imunidade. E a gente sabe que hoje a gente tá vivendo uma pandemia e a vinagreira vem fornecer esse benefício para a nossa saúde", destaca. 

É possível saborear a vinagreira sozinha, na composição da salada, mas o mais comum é ela vir acompanhada de muitas especiarias e frutos do mar. 


Voltar


Comente sobre essa publicação...