Semana On

Quinta-Feira 24.jun.2021

Ano IX - Nº 448

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul passa de um milhão de doses aplicadas no enfrentamento à Covid-19

Estado segue no ranking da OPAS como melhor estado que vacina no país

Postado em 21 de Maio de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Mato Grosso do Sul atinge a marca histórica de um milhão de doses aplicadas somando a primeira e a segunda de vacina contra o Coronavírus. A Campanha de Imunização Contra a Covid-19 iniciou no dia 18 de janeiro e recebeu em 24 remessas, 1.199.010 doses da vacina de três laboratórios diferentes: AstraZeneca, Coronavac e Pfizer. Deste quantitativo já foram aplicadas 1.002.641 de doses, sendo 684.587 de D1 e 318.054 de D2, conforme dados do Vacinômetro MS.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a marca representa um fato histórico para Mato Grosso do Sul. “Isto mostra que somos eficientes na logística de distribuição e aplicação de doses. Mostra o quão queremos atingir a nossa meta de vacinar a nossa população o mais rápido possível. Para nós, estarmos à frente, é um evento histórico. Acredito que estamos marchando com muita velocidade para vencer este enfrentamento à Covid-19”.

Geraldo Resende ainda lembra que as ações positivas são resultados de parcerias importantes, principalmente com os municípios. “Durante a pandemia, nós tivemos a colaboração de todos os secretários (as) municipais e prefeitos (as) dos 79 municípios. Pedimos a cada um deles, que avançasse na vacinação tanto nos finais de semana quanto nos feriados. Assim, estamos colhendo os frutos positivos, mas não podemos baixar a guarda e precisamos avançar ainda mais neste enfrentamento à Covid-19”.

Secretário espera que até setembro de 2021, o Estado consiga atingir o percentual de 70% a 80% dos sul-mato-grossenses vacinados contra a Covid-19. “Este é o nosso desejo, mas precisamos lembrar que as vacinas são encaminhadas pelo Ministério da Saúde para que os estados e municípios possam avançar nos seus esquemas vacinais. Assim, dependemos da disponibilidade de doses enviadas por eles”.

Para celebrar a marca, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) e a Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), farão um ato simbólico em comemoração no próximo sábado (22), às 9 horas, no Centro de Convenções Albano Franco.

Histórico  

O ato simbólico da Campanha de Imunização Contra a Covid-19 ocorreu no dia no dia 18 de janeiro, quando quatro sul-mato-grossenses pertencentes à primeira fase determinada pelo PNI (Plano Nacional de Imunização), abriram a campanha. Na ocasião, o evento aconteceu na sede do Hospital Regional de MS, unidade hospitalar de referência no tratamento da doença. Representando os grupos prioritários foram vacinados: dois profissionais da saúde, uma indígena e uma idosa que mora em instituição de longa permanência e que receberam a primeira dose da vacina.

A primeira a ser vacinada foi a indígena Domingas da Silva, de 91 anos, da aldeia Tereré, em Sidrolândia, que na época rompeu o isolamento de meses apenas para ser vacinada. Pelo grupo dos idosos, a dona Maria Bezerra de Carvalho, de 83 anos, residente no Asilo São João Bosco foi a segunda a ser vacinada.

Já pelos profissionais de saúde de linha frente foram vacinados o médico Márcio Estevão Midom, de 43 anos, trabalha no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, unidade de referência no tratamento da pandemia, desde 2010. E por fim, a auxiliar de enfermagem Sandra Maria de Lima, de 50 anos. A vacinação para o público prioritário começou no dia 19 de janeiro de 2021.

MS segue no ranking da OPAS como melhor estado que vacina no país

Mato Grosso do Sul apresenta o maior percentual de doses aplicadas do país aponta relatório da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). O levantamento destaca que das 1.199.010 doses recebidas do Ministério da Saúde, até o dia 18 de maio, 970.472 doses foram aplicadas no Estado. O índice de aproveitamento de doses utilizadas foi de 81% deixando Mato Grosso do Sul como único Estado do país a estar acima de 80%, acima da média nacional de 66%.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, o relatório da OPAS só reforça que as medidas adotadas pelo Governo do Estado estão no caminho certo. “É importante mostrar que o processo de imunização do Estado está bastante avançado e os municípios têm sido nossos parceiros. Somos o melhor Estado que distribui as vacinas e o melhor que aplica. Por isso, reforço que os gestores municipais continuem intensificando a vacinação em seus municípios”.

O levantamento ainda aponta que Mato Grosso do Sul registra 33% de vacinados com a primeira dose permanecendo em primeiro lugar na listagem. E também ocupa a ponta com o melhor índice de imunização para a segunda dose, com 15% de vacinados contra a covid-19.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) tem sido parceira de Mato Grosso do Sul e vem acompanhando as políticas de enfrentamento à Covid-19. Em outubro de 2020, a OPAS classificou as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), como positivas.

Na ocasião, entre os destaques, o estabelecimento do Comitê Multidisciplinar - que envolveu vários setores do governo quanto dos municípios – foi classificado com ponto essencial para o enfrentamento à pandemia. Segundo a avaliação dos técnicos, isto teria contribuído de forma benéfica para que o Estado apresentasse melhor quadro nas ações de combate à Covid-19.

Durante a visita dos técnicos, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, considerou o apoio da OPAS de extrema importância ao Estado. “Foi essencial para que pudéssemos colher bons resultados no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Agradecemos por todas as colaborações e queremos manter sempre essa parceria”.


Voltar


Comente sobre essa publicação...