Semana On

Segunda-Feira 14.jun.2021

Ano IX - Nº 447

Cultura e Entretenimento

Projeto de revitalização de monumentos entrega o primeiro dos cinco que serão restaurados neste ano

Próximos monumentos a serem restaurados até o final do ano serão o ‘Obelisco’, ‘O Beijo’, ‘Carro de Boi’ e o ‘Ninhal’

Postado em 11 de Maio de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), promoveu a cerimônia de entrega da revitalização do monumento “O Aprendiz” no último dia 10, na rotatória da Coca-Cola, entre as avenidas Gury Marques e Interlagos.

Em setembro do ano passado, a estátua sofreu ação de vandalismo. À época, o monumento foi limpo, mas seguiu com algumas avarias.

O prefeito Marquinhos Trad esteve presente e fez uso da palavra, pontuando a respeito da dificuldade de lidar com o vandalismo em Campo Grande. “A cidade é um conjunto de seres humanos, não é de uma família, um sobrenome ou de uma crença. Uma cidade que começou a ser povoada pelos mineiros, depois paulista, baianos, nordestinos. Temos pessoas do Centro Oeste e do mundo todo. A loja maçônica, quando instalou esse monumento, entregou também uma mensagem que infelizmente algumas pessoas não entenderam. Ao invés de aprender a construir, como o aprendiz do monumento faz, praticam o verbo destruir”, discorreu ele.

Max Freitas, secretário de Cultura e Turismo, agradeceu a união de forças feita pelos vereadores e empresários em prol do patrimônio cultural. “Recebi a demanda do Silvio Pitu e do Ronilço Guerreiro, e o nosso prefeito não hesitou em momento algum ao atender a demanda que foi feita. Esse é só o começo, até o final do ano revitalizaremos outros quatro monumentos campo-grandenses, ‘O Ninhal’, ‘Monumento aos Pioneiros’, ‘Obelisco’ e ‘O Beijo’”, diz.

Anor Mendes, o escultor responsável pela idealização do monumento e também por sua revitalização, esteve presente. “Esta foi a minha primeira escultura de grande porte. Curiosamente, assim como ‘O Aprendiz’, comecei a me lapidar como escultor com essa obra. Sofri bastante ao ver essa obra maltratada e agora surgiu a oportunidade de darmos mais beleza a ela, fico contente. A minha finalidade é enriquecer o máximo possível a beleza de Campo Grande com o meu trabalho”, finaliza.

Próximos passos

Os próximos monumentos a serem restaurados até o final do ano serão o “Obelisco”, localizado no cruzamento da Afonso Pena com a José Antônio, “O Beijo”, localizado na rotatória do Lago do Amor, o “Carro de Boi”, em frente ao Horto Florestal, e o “Ninhal”, no final da avenida Afonso Pena.


Voltar


Comente sobre essa publicação...