Semana On

Domingo 19.set.2021

Ano X - Nº 461

Campo Grande

Prefeitura promove curso de capacitação para utilização de armas letais semi-automáticas

Com esta capacitação, 35% do efetivo estará autorizado a portar este tipo de armamento

Postado em 05 de Maio de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Guarda Civil Metropolitana, por meio da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social, vai passar por mais um curso de capacitação. Desta vez, os guardas municipais passarão pelo Curso de Capacitação para Utilização de Armamento Letal, semi-automático (pistola .40), em parceria com a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. Com esta capacitação, 35% do efetivo estará autorizado a portar este tipo de armamento e estar em condições de atuar na prevenção e redução da criminalidade.

O prefeito Marquinhos Trad conta que a Prefeitura de Campo Grande tem investido cada vez mais em capacitações e na compra de equipamentos que promovam um trabalho mais eficiente da segurança pública. “Temos investido muito na valorização dos servidores, no caso da Guarda Civil Metropolitana, podemos citar a aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Salário, a troca total da frota de veículos, a aquisição de equipamentos como coletes, drones, armamentos e muito mais”, enumera.

O objetivo do curso é dotar a Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande de conhecimento técnico para o emprego da pistola .40 nas ações de sua competência previstas na Lei Federal 13.022-2014 e Lei Complementar Municipal 358-2019.

O secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, ressalta que a Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande continua em evolução permanente. “Com a capacitação deste grupamento, 35% do efetivo hoje armado ficará autorizado a portar armamento letal, pistola .40, estando em condições de atuar, a partir de julho. Ressalta-se que o efetivo de 70% da GCM possui capacitação para o uso de armamento letal. Após a conclusão da referida capacitação, essa força de trabalho será integrada às demais instituições de segurança para atuação na redução e prevenção da criminalidade”, pontua.

São 220 candidatos, que foram divididos em 11 turmas de 20 agentes, que passarão pelo treinamento com todas normas de biossegurança. Para capacitar todo o efetivo previsto serão necessários 90 dias. O período da capacitação será de maio a julho de 2021.

O superintende regional da Policia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul, Luiz Alexandre Gomes da Silva, diz que a parceria é de fundamental importância por meio da troca de conhecimentos e equipamentos que possam ser úteis na construção do conhecimento e das habilidades dos policiais e guardas municipais.

A capacitação é realizada em parceria com a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal. O curso é homologado pela Polícia Federal e ao final do mesmo são emitidos os portes de armas. Já a Policia Rodoviária Federal ofertou os armamentos, os professores e o stand de tiros para que o curso fosse realizado.

Centro de Treinamento

O Centro de Treinamento de Atiradores (estande de tiro PRF Luiz Cláudio Marquesan da Cunha) comporta até dez atiradores em treinamento simultâneo, sendo capaz de receber treinamento de tiro de calibres diversos até 762. A estrutura foi planejada para que os projéteis disparados não contaminem o solo com o chumbo das munições utilizadas. A construção conta com iluminação em led, possibilitando a realização de treinamentos diurnos e noturnos com baixo consumo de energia.

O estande possui uma área total construída de 510,35 m², utilizando seis contêineres reaproveitados e está localizado na Unidade Operacional da PRF em Campo Grande. A estrutura é feita de contêineres reaproveitados e possibilita vantagens também no quesito segurança, já que o controle de acesso ao ambiente é maior, com menor propagação do som para ambiente externo e a possibilidade de trabalhar em condições climáticas desfavoráveis.


Voltar


Comente sobre essa publicação...