Semana On

Domingo 25.jul.2021

Ano IX - Nº 453

Campo Grande

Prefeitura inicia drenagem que vai eliminar ponto de alagamento nas ruas Brilhante e Marechal Floriano

Drenagem foi inserida no projeto de recapeamento da Avenida Bandeirantes

Postado em 08 de Abril de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura de Campo Grande iniciou a implantação de 1 km de drenagem que vai eliminar pontos de alagamento nas ruas Brilhante e Marechal Floriano, localizadas na Vila Nova Bandeirantes. A tubulação se estenderá pela Rua Salim Maluf,  desde a Bandeirantes, atravessará a Brilhante, terá um ramal na Marechal Floriano e terminará depois da Avenida Joaquim Dornelas.

Esta drenagem foi inserida no projeto de recapeamento da Avenida Bandeirantes, corredor sudoeste do transporte coletivo, ligação do Terminal Bandeirantes com Cento da cidade. Será investido o saldo do contrato de recapeamento (R$ 1 milhão) da Bandeirantes, com o aval da Caixa Econômica Federal, agente do projeto de mobilidade urbana.

Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, esta drenagem (com tubos de 80 centímetros de diâmetro), além de bocas de lobo,  vai captar a enxurrada que desce pela Rua Salim Maluf, desde a Avenida Tiradentes para desaguar nas galerias da Bandeirantes .

A drenagem vai eliminar um ponto de alagamento que surgiu na Brilhante (perto de uma seringueira), na quadra entre as ruas Salim Maluf e Vicente Solaris . O problema apareceu (mesmo com a drenagem e bocas de lobo ) desde o recapeamento da via  que, junto com a Guia Lopes e a Avenida Marechal Deodoro (está recebendo  pavimento novo), formam o trecho centro/bairro do corredor sudoeste, ligação com os terminais Bandeirantes e Aero Rancho.

“Com o recapeamento da Brilhante, a pista ficou aproximadamente 10 centímetros mais alta. Assim, a enxurrada que antes descia pela Salim Maluf acaba acumulando no trecho onde a topografia forma uma espécie de bacia”, explica o superintendente de Obras da Sisep, Francisco Martinez. Enquanto durarem as obras, o trânsito será interditado quadra a quadra, na medida que o serviço avança.


Voltar


Comente sobre essa publicação...