Semana On

Terça-Feira 03.ago.2021

Ano IX - Nº 454

Mato Grosso do Sul

Vacinação: ‘Vamos ser rígidos em relação aos grupos prioritários. Nada de fura-filas’, avisou o secretário de Gestão Estratégica Eduardo Riedel

Governador Reinaldo Azambuja comemorou a chegada de mais um lote de vacinas no domingo

Postado em 25 de Janeiro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Governo do Estado recebeu no domingo (24) um novo lote com 22 mil doses da vacina contra Covid-19. Com a nova remessa, Mato Grosso do Sul soma 180 mil doses recebidas da vacina contra o coronavírus. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) deu início nesta segunda (25) à distribuição aos municípios.

O governador Reinaldo Azambuja comemorou a chegada de mais este lote, importante para conter o avanço da pandemia no Brasil. “Recebemos com muita alegria esse novo lote. Como foi no primeiro lote, irá chegar rapidamente aos municípios. Pedimos que os grupos prioritários sejam respeitados”, alertou.

O secretário de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, ressaltou a importância da chegada da vacina, assim como manutenção das medidas de biossegurança. “Nessa nova fase, vamos fazer o máximo de esforço possível para trazer a vacina. E mais: nós manteremos a rigidez em relação à prioridade da vacinação, existe uma fila e nós vamos seguir este calendário. Nada de fura-filas. O equilíbrio proporcionado pelo projeto Prosseguir é o que temos que buscar até conseguirmos imunizar toda a nossa população”, salientou.

Reinaldo Azambuja reforçou que o início da vacinação não pode criar o clima de relaxamento, de que a situação está sob controle. “Com a chegada da vacina, muitas vezes abre-se uma percepção de que a pandemia acabou. E ela não acabou! Mais do que nunca nós precisamos do uso de máscaras, precisamos do isolamento, precisamos nos cuidar para proteger a vida de todos aqueles que nós tanto amamos”, disse ele.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, acompanhou a chegada das doses, no domingo. “Vamos dar continuidade a distribuição da vacina aos municípios. Mato Grosso do Sul está dando exemplo. No primeiro lote distribuímos em menos de 24 horas aos municípios. Vamos repetir a força-tarefa para que as doses cheguem aos municípios da forma mais rápida possível”, disse.

Nessa primeira fase serão imunizados os idosos com mais de 60 anos que moram em instituições como casas de repouso, portadores de deficiência em residências inclusivas, além de indígenas e trabalhadores da área da saúde que estão na linha de frente contra a pandemia de Covid-19.

A pandemia já resultou em 2.819 mortes sul-mato-grossenses. Do total de casos confirmados, 10.192 estão em isolamento domiciliar, 143.196 estão recuperados e 514 estão hospitalizados. Dos pacientes internados, 263 estão nos leitos clínicos e 251 nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Dos que estão em leitos clínicos, 172 estão internados pelo SUS e 91 na rede privada. Já os casos mais graves, 183 estão em leitos UTI/SUS e 68 na rede privada. Ainda em patamares alarmantes, a macrorregião de Campo Grande apresenta 81% de taxa de ocupação de leitos; Dourados tem 83% de ocupação; Três Lagoas, 60% e Corumbá, 70%.


Voltar


Comente sobre essa publicação...