Semana On

Terça-Feira 15.jun.2021

Ano IX - Nº 447

Cultura e Entretenimento

Nova Cidade do Natal será espaço sustentável da cena urbana da Capital

Quiosques terão fachadas com as linhas arquitetônicas de prédios que são parte da história da Capital

Postado em 08 de Dezembro de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Cidade do Natal estará de cara nova e com estrutura permanente em 2021. Os quiosques inspirados nós chalés escandinavos, instalados no Parque das Nações Indígenas, darão lugar a 17 quiosques com fachadas que remeterão as linhas arquitetônicas de prédios que são parte da história da Capital.

Morada dos Bais, Hotel Americano, Colégio Oswaldo Cruz e a Casa da Esplanada são alguns dos prédios que vão dar cara nova ao espaço.  Eles estarão ao lado de um símbolo da religiosidade campo-grandense, a Igreja de Perpétuo Socorro, prédio tombado como patrimônio histórico.

A construção da nova Cidade do Natal será licitada no primeiro trimestre de 2021. O projeto integra o programa Reviva Mais Campo Grande, que contempla investimentos públicos em várias áreas.

Segundo a arquiteta Marie Carolina Filagartica, o projeto levou em conta que o Parque das Nações Indígenas é uma área de preservação ambiental administrada pelo Governo do Estado, onde é proibida a edificação de construções permanentes, com fundação, paredes de alvenaria. Será empregado um material sustentável, desmontável, que não trará nenhum impacto ambiental.

Os quiosques, a praça de alimentação, além da Casa de Papai Noel, serão erguidos no sistema steel framig, uma estrutura em que se empregam perfis de aço galvanizado. As paredes externas são feitas de placas cimenticia e gesso, além de receberem revestimento termo acústico.


Voltar


Comente sobre essa publicação...