Semana On

Quarta-Feira 10.ago.2022

Ano X - Nº 499

Campo Grande

Secretaria de Estado de Saúde ativa dez leitos de UTI no Hospital Regional

Prefeitura amplia oferta de leitos intensivos para atender demanda na Capital

Postado em 08 de Dezembro de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) ativou mais leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), com isso o Hospital passa para 110 leitos de UTI. “Estamos trabalhando de maneira incansável para solucionar os problemas que surgem durante essa pandemia para levar um tratamento de qualidade para a população. Ninguém vai ficar sem leitos”, destacou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

No último dia 6, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, se reuniu com o secretário municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, a diretora presidente da Fundação Serviços de Saúde do Estado De Mato Grosso do Sul (Funsau/HRMS) , Rosana Leite para tratar sobre medidas emergências para a abertura de novos leitos no Hospital e operacionalizar a entrada dos pacientes no HRMS a fim de não permitir que nenhum paciente fique sem assistência.

Também participaram da reunião a diretora geral de atenção a Saúde da SES, Marielle Alves Correa, os superintendentes da SESAU, Eliana Delanora e Eduardo Rodrigues, os Diretores do HRMS, Danilo Vasconcelos, Enfermeira Ana Paula Borges e Ana Paula Cangussu. Foi traçada uma estratégia conjunta entre SES, SESAU e HRMS para viabilizar profissionais de saúde para o funcionamento dos leitos. Foi feita uma escala médica viabilizando o início imediato de dez leitos, totalizando 110 leitos de UTI para o atendimento à população.

“O Hospital está com estrutura físcia e equipamentos porém, apesar do processo seletivo em curso, foi traçada uma escala médica com a solidariedade dos profissionais, respeitando todos os princípios legais e bioéticos”, completou a diretora presidente do HRMS, Rosana Leite.

Campo Grande

A Prefeitura de Campo Grande também está dedicando uma atenção extra a abertura de novos leitos de UTI na Capital, tendo em vista o novo crescimento dos casos de Covid-19 na cidade. O fornecimento de respiradores para a reserva estratégica dos hospitais e de recursos humanos para atendimento dos pacientes internados são dois fatores essenciais para a abertura desses leitos. 

No início do mês, o Município recebeu 40 respiradores do Ministério da Saúde para integrar a reserva técnica das unidades hospitalares, podendo, assim, abrir leitos novos com aparelhos que estavam guardados para substituir outros em caso de falha. 

“Queremos garantir o atendimento a toda a população. Nosso objetivo é que não falte assistência a ninguém, seja em tratamento intensivo ou em leitos clínicos, para casos mais leves, mas que ainda expiram cuidados”, explica o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho.


Voltar


Comente sobre essa publicação...