Semana On

Sexta-Feira 03.dez.2021

Ano X - Nº 470

Mato Grosso do Sul

MS registra 6 óbitos por coronavírus em 24 horas, com 1.754 mortes desde o início da pandemia

Internações por Covid-19 aumentam no Estado, comprometendo disponibilidade de leitos

Postado em 27 de Novembro de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Em apenas 24 horas, a Secretaria de Estado de Saúde registrou seis óbitos por coronavírus em Mato Grosso do Sul. É o que mostra o boletim epidemiológico desta sexta-feira (27) que mostra ainda que, desde o início da pandemia, 1.754 morreram da doença desde o início da pandemia.

“Precisamos medidas mais restritivas e não medidas paliativas, que não tem resultados práticos”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende. Em apenas um dia, 528 casos novos foram registrados, com total 95.271 casos confirmados no Estado.

Em tratamento, 8.576 pessoas estão em isolamento domiciliar e 406 pessoas estão internadas, sendo que deste total 236 estão em leitos clínicos (128 na rede pública e 108 na rede privada), além disso 170 estão em leitos de UTI (sendo 99 na rede pública e 71 na rede privada). Além disso, 84.985 pessoas estão recuperadas.

A taxa de contágio em MS está em 0.99, o que quer dizer que para cada 100 novos casos, outros 99 podem ser contaminados. Um dado alarmante que levou o secretário de estado de saúde, a fazer um apelo aos prefeitos, para que tomem as medidas restritivas necessárias para conter o vírus.

O Governo atualizou o grau de risco dos 79 municípios - referentes à 47ª semana epidemiológica do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir) e enviou novas recomendações aos prefeitos com validade até o dia 5 de dezembro. A iniciativa de antecipar a troca de bandeiras antes do fim da quinzena se deve ao expressivo aumento de municípios na faixa vermelha. Com relação à semana anterior (46ª), 38 municípios mantiveram, 10 municípios melhoraram e 31 municípios pioraram seu grau de risco. 

Para o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Côrrea Riedel, a situação é preocupante  e requer atenção redobrada:  "Mais uma vez pedimos à população que não se aglomere e que observe as medidas de biossegurança para não sobrecarregarmos nosso sistema de saúde e, principalmente, comprometer a vida das pessoas. Infelizmente a pandemia está novamente em crescimento no nosso Estado e precisamos concentrar esforços neste combate", enfatizou. "Há 16 dias tínhamos 206 pessoas internadas pela doença e hoje temos 406, praticamente o dobro. Estamos voltando ao mesmo patamar de quando a doença exigiu de todos nós um grande esforço para conter a doença", alertou também o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, na live desta sexta-feira (27) de atualização dos dados do Covid-19 no Estado. 

Mapa Situacional

O mapa situacional das quatro macrorregiões de Saúde (Corumbá, Campo Grande, Três Lagoas e Dourados), referente à 47ª Semana Epidemiológica (15 a 21/11), apresenta 13 municípios na faixa de risco tolerável (amarela), 44 municípios no grau médio (bandeira laranja) e 22 no grau de risco alto (bandeira vermelha). Nenhuma cidade apresentou grau de risco extremo (bandeira cinza) ou baixo (bandeira verde).


Voltar


Comente sobre essa publicação...