Semana On

Sábado 24.jul.2021

Ano IX - Nº 453

Campo Grande

Prefeitura convoca médicos e autoriza ampliação de plantões para combate à Covid-19

Executivo busca recurso para leitos, investir na compra de equipamentos e socorrer hospitais

Postado em 27 de Novembro de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura Municipal de Campo Grande convocou, em edição extra do diário oficial, 53 novos médicos do cadastro temporário e autorizou a ampliação dos plantões das equipes de saúde para reforçar as ações de combate à Covid-19 na Capital. 

Foram convocados médicos plantonistas e ambulatoriais, que irão atender nas unidades 24 horas e nas de saúde da família. Os selecionados devem comparecer à sede da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), na Rua Bahia, 280, nas datas e horários divulgados em edital e com a documentação necessária para finalizar a contratação. 

Foram chamados 44 médicos plantonistas clínicos gerais, que trabalharão 24 horas por semana; quatro médicos ambulatoriais, que também têm carga semanal de 24 horas, e cinco que atuarão 40 horas por semana. 

Ampliação de plantões 

Além das contratações, na edição extra também foi publicada o decreto 14.536, que autoriza a ampliação dos plantões dos servidores da equipe de saúde das unidades de Campo Grande. 

Enquanto durar o Decreto n. 14.195, de 18 de março de 2020, que declarou situação de emergência na cidade, Auxiliar de Enfermagem, Enfermeiro, Médico e Técnico de Enfermagem poderão realizar até 21 plantões eventuais de 12 horas seguidas por mês. 

Anteriormente à publicação desse decreto, esses profissionais estavam autorizados a realizar 14 desses plantões. A autorização também foi uma das medidas da prefeitura para combater a proliferação da infecção provocada pelo novo coronavírus em Campo Grande. 

Mais recursos

O secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, e o adjunto da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Rogério Souto, estiveram em Brasília (DF) com o assessor especial do Ministério da Saúde, Airton Antônio Soligo (Airton Cascavel). Os secretários buscam recursos para leitos clínicos e de UTI, investir na compra de equipamentos para estrutura a Rede Municipal de Saúde e socorrer hospitais que estão atuando na retaguarda durante o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Os secretários entregaram um documento solicitando recursos para a ampliação da testagem, financiamento de leitos, investimento na compra de equipamentos e em tecnologia, além de auxílio financeiro aos hospitais, diante da crescente no número de novos casos.

Até o dia 26 de novembro foram registrados 42.936 casos confirmados da doença em Campo Grande; 41.258 encontram-se recuperados, o que representa mais de 90%. Atualmente há 658 pacientes em isolamento domiciliar e 261 internados, sendo 147 em leitos clínicos, 100 em UTI e 4 no PAM. O município já registrou 759 óbitos provocados pela Covid-19. Somente nas últimas 24 horas foram cinco novos casos.

O encontro contou com a participação do presidente da Santa Casa de Campo Grande, Heitor Freire.


Voltar


Comente sobre essa publicação...