Semana On

Sexta-Feira 17.set.2021

Ano X - Nº 460

Campo Grande

Veja os patrimônios declarados por candidatos à Prefeitura de Campo Grande

O engenheiro Marcelo Miglioli é dono do maior patrimônio, e a psicóloga Cris Duarte é a que declarou ter o menor valor patrimonial

Postado em 30 de Setembro de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) recebeu até o último dia 26 o registro das candidaturas a prefeitura de Campo Grande

Além de confirmar a participação na disputa eleitoral, o registro de cada candidato no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza informações interessantes aos eleitores, como a lista de bens dos postulantes à Prefeitura.

O engenheiro Marcelo Miglioli (Solidariedade) é dono do maior patrimônio, com mais de R$ 5,3 milhões declarados. O segundo na lista é o candidato Promotor Harfouche (Avante), com R$ 4,9 milhões.

A psicóloga Cris Duarte (PSOL) é a que declarou ter o menor valor patrimonial. Nenhum bem foi declarado.

Veja a relação de todos os candidatos a prefeitura de Campo Grande registrados no TSE e suas declarações, em ordem alfabética:

Cris Duarte (PSOL)

- Ocupação declarada: Psicóloga

- Bens declarados: nenhum bem declarado

- Vice: Val Eloy

- Ocupação declarada: Outros

- Bens declarados: R$ 50.000,00

Dagoberto (PDT)

- Ocupação declarada: Deputado Federal

- Bens declarados: 3.079.721,17

- Vice: Kelly Costa

- Ocupação declarada: Ocupante de cargo em comissão

- Bens declarados: Nenhum bem cadastrado

Delegada Sidnéia Tobias (Podemos)

- Ocupação declarada: Servidora pública aposentada

- Bens declarados: R$ 250.000,00

- Vice: Professor Samuel

- Ocupação declarada: Professor do ensino médio

- Bens declarados: Nenhum bem cadastrado

Esacheu Nascimento (PP)

- Ocupação declarada: Advogado

- Bens declarados: R$ 1.704.494,66

- Vice: Venicio Leite

- Ocupação declarada: Empresário

- Bens declarados: R$ 5.194.000,00

Guto Scarpanti (Novo)

- Ocupação declarada: Empresário

- Bens declarados: R$ 1.550.500,00

- Vice: Priscila Afonso

- Ocupação declarada: Servidora pública estadual

- Bens declarados: R$ 33.000,00

João Henrique (PL)

- Ocupação declarada: Deputado estadual

- Bens declarados: R$ 166.858,15

- Vice: Jayme Magalhães Júnior

- Ocupação declarada: Advogado

- Bens declarados: R$ 15.107,00

Marcelo Bluma (PV)

- Ocupação declarada: Engenheiro

- Bens declarados: R$ 1.455.057,05

- Vice: Pastor Alvarenga

- Ocupação declarada: Professor de ensino médio

- Bens declarados: Nenhum bem cadastrado

Marcelo Miglioli (Solidariedade)

- Ocupação declarada: Engenheiro

- Bens declarados: R$ 5.358.687,67

- Vice: Carlla Bernal

- Ocupação declarada: Enfermeira

- Bens declarados: R$ 290.000,00

Márcio Fernandes (MDB)

- Ocupação declarada: Deputado estadual

- Bens declarados: R$ 2.676.406,57

- Vice: Informação ainda não consta no site do TSE

- Ocupação declarada: Informação ainda não consta no site do TSE

- Bens declarados: Informação ainda não consta no site do TSE

Marquinhos Trad (PSD)

- Ocupação declarada: Advogado

- Bens declarados: R$ 2.519.739,49

- Vice: Adriane Lopes

- Ocupação declarada: Outros

- Bens declarados: R$ 463.000,00

Paulo Matos (PSC)

- Ocupação declarada: Pecuarista

- Bens declarados: R$ 3.357.848,05

- Vice: Dany Duarte

- Ocupação declarada: Assistente Social

- Bens declarados: R$ 174.900,00

Pedro Kemp (PT)

- Ocupação declarada: Deputado estadual

- Bens declarados: R$ 1.720.978,56

- Vice: Eloisa

- Ocupação declarada: Aposentada

- Bens declarados: R$ 820.000,00

Promotor Harfouche (Avante)

- Ocupação declarada: Outros

- Bens declarados: R$ 4.902.171,80

- Vice: Andre Salineiro

- Ocupação declarada: Outros

- Bens declarados: R$ 1.573.171,97

Thiago Assad (PCO)

O candidato indicado pelo PCO em convenção à prefeitura de Campo Grande, Thiago Assad, disse que o partido fez o registro de sua candidatura dentro do período estipulado pela legislação eleitoral. Entretanto, os dados ainda não aparecem na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Vinicius Siqueira (PSL)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso do Sul julgou no último dia 27, que ocorreram irregularidades na convenção virtual do PSL realizada em 13 de setembro para definir o candidato à prefeitura de Campo Grande e determinou a troca da indicação do candidato a prefeito e vice. Os dados do novo candidato, Vinicius Siqueira, ainda não constam do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Voltar


Comente sobre essa publicação...