Semana On

Sexta-Feira 03.dez.2021

Ano X - Nº 469

Coluna Ponte Aérea

O Tribunal da Santa Lacração

Raphael Tsavkko Garcia fala de identitarismo, vigilantes e turbas

Postado em 08 de Abril de 2021 - Raphael Tsavkko Garcia

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Tribunal da Santa Lacração funciona com base na mesma lógica da irmã, a Santa Inquisição. Denúncias falsas ou manipuladas são "A Verdade" que servem de base pra linchamento e processo sem direito à defesa em que a sentença já foi decidida de antemão.

Só cabe assumir a culpa - mas não muda a sentença.

Assumir a culpa serve apenas para o deleite da turba ensandecida, não para evitar o cancelamento - o Auto de Fé.

E o pecado é sempre ter dito uma palavra fora do lugar, ter tomado uma atitude repudiada pelo grupo - ou apenas ter falado ou feito algo que o grupo discorda, mesmo que o resto da sociedade dê de ombros diante da irrelevância do pecado.

Mas não existem pecados pequenos para a turba da lacração - a não ser que você esteja do "lado certo da história," aí consegue alguns passes livre, ou que consiga usar alguma carta de vitimização ou carta identitária que lhe garanta pontos.

E de nada adianta recorrer à justiça de verdade, afinal por ser externo à seita, não estar sob o controle dela e ter instrumentos legítimos que garantem ampla defesa e não "a vítima tem razão e ponto", ele não é visto como legítimo pela turba ensandecida e suas decisões pouco importam.

Foi inocentado por um tribunal? Não importa, é preciso ser queimado na fogueira lacradora, eliminado, cancelado, ostracizado.

Nunca perdoado. Perdão não existe. Se a turba enxerga em você um pecado, te vê como pecador, não há como jamais ser aceito, ser recebido de volta ou não ser vítima de perseguição caso resolva reaparecer, voltar a viver, etc.

O que essa turba consegue? Nada. Se aliena da realidade, cria espaços tóxicos coalhados de vigilantismo do mais torpe, denuncismo e medo enquanto afasta o grosso da sociedade prejudicando absolutamente todas as pautas que diz defender.

CANNABIS

Na semana passada entrevistei duas especialistas sobre a legalização/descriminalização da Cannabis/Maconha no Brasil para a Filter Mag -> AQUI.

Essa semana foi minha vez de ser um dos entrevistados para a ótima matéria do Gabriel Leão para a Cannabis Health sobre como a extrema-direita brasileira tem prejudicado a luta pela legalização/descriminalização - > AQUI.

"The 2018 Brazilian Presidential election of Jair Bolsonaro marked the ascension of the far-right into the halls of power, a movement that was already sprouting for years in the South American nation. As a result, human rights, culture, science, and other areas have been limited, including medical cannabis, a line of medicine that is already plagued by high costs in a country struggling with economic and political turmoil and the global Covid-19 pandemic."


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Raphael Tsavkko Garcia

Raphael Tsavkko Garcia

Raphael Tsavkko Garcia é jornalista e Doutor em Direitos Humanos.


Saiba mais sobre Raphael Tsavkko Garcia...