Semana On

Sábado 27.nov.2021

Ano X - Nº 469

Coluna Eles em Nós

Deu no New York Times

Idelber Avelar aborda as chances da extrema direita voltar aos EUA e permanecer no Brasil em 2024

Postado em 11 de Novembro de 2021 - Idelber Avelar

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Não deixem de ler: é a matéria mais extensa sobre os últimos rumos dos vínculos entre a extrema-direita direita que governa o Brasil desde 2018 e a extrema-direita que perdeu as eleições de 2020 nos EUA, mas que tem chances nada desprezíveis de voltar em 2024.

OS ASTROS

Parece que os dois astros da Lava Jato têm aspirações diferentes ao concorrer nas eleições do ano que vem.

Deltan Dalagnol quer, basicamente, escapar da justiça. Quer o foro privilegiado, porque ele sabe o que fez e precisa escapar da prisão. Uma vaguinha na Câmara dos Deputados, renovada periodicamente, garante isso.

Já Sergio Moro é um outro caso. Mesmo que não anunciada ainda, sua candidatura deve ser à Presidência. Isso não quer dizer que ele acredite que possa vencer, claro. Moro é uma figura singular, dado o baixíssimo QI. Inclusive, segundo entendo, só recentemente ele descobriu que não pode vencer. É um QI assustadoramente baixo, indo jogar no campo dos Lulas e Renans, que dão nó em pingo d’água.

O tosquíssimo Bolsonaro, por exemplo, é bem mais inteligente que Moro. Não falo de cultura, falo de inteligência. Não sou adepto da tese do “Bolsonaro estrategista”, mas alguma ideia de como funciona a política ele tem, depois de trinta anos de capangagem no Congresso.

Moro em algum momento imaginou que teria ofertas de partidos, o que obviamente ele não teve. Ficou entre o Cidadania e o Podemos, e escolheu este último. Deve sair para Presidente, mas até mesmo ele próprio já entendeu que não tem chances de vitória, o que em seu caso significa que a campanha é uma alavanca para pedir algo em troca depois: seja uma vaga de vice, seja uma candidatura ao Senado, seja uma cadeira no STF.

O problema dele é que — e segundo fontes o Pedro Bó só descobriu isso agora — nenhuma delas funciona.

As eleições para o Senado no ano que vem são de vaga única, e Álvaro Dias, justamente o seu fiador para a entrada no Podemos, precisa renovar sua cadeira. Avalizar é uma coisa, cometer harakiri é outra.

Nenhum candidato a presidente hoje em dia anda podendo prometer vaga no STF pra ninguém, por motivos vários, e o Moro é o pior vice que você pode ter: ele congrega ódio de petistas e bolsonaristas, tem um teto baixo, e sua rejeição é alta. Tudo o que você não quer em um vice.

*****

Quando você estiver se sentindo burro, massageie o ego do seu QI: existe o Sergio Moro.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Idelber Avelar

Idelber Avelar

Idelber Avelar é professor titular de literatura latino-americana e teoria literária em Tulane University.


Saiba mais sobre Idelber Avelar...