AS REGRAS DO CLUBE segundo Mendonça

 

- Reuniões eram convocadas por mensagens de celular ou por telefone. A frequência variava conforme as oportunidades de negócio oferecidas pela Petrobras

 

- Quem participava das reuniões não tinha a entrada registrada e recebia um crachá já na portaria

 

- Cada empresa atribuía um grau de interesse, de 1 a 3, às obras que seriam licitadas pela estatal

 

- Em caso de conflito e coincidência de prioridades, as empresas interessadas resolviam entre si quem ficaria com a obra. Se a disputa persistisse, o caso era arbitrado pelo clube', que redistribuía contratos para acomodar interesses

 

- A empresa ou consórcio escolhido para "vencer" a licitação tinha que informar previamente sua proposta de valor

 

- As empresas do clube' que participariam da licitação para simular uma concorrência poderiam contestar o valor, caso achassem exagerado