Semana On

Quarta-Feira 13.nov.2019

Ano VIII - Nº 371

Mundo

Estados Unidos gastaram quase US$ 6 trilhões em guerras desde 2001

Valor equivale a 3 vezes o PIB do Brasil; conflitos levaram à morte de 480 mil pessoas, metade delas civis

Postado em 22 de Novembro de 2018 - Bruno Garattoni – Superinteressante

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O dado é da Universidade Brown, que está entre as oito mais importantes dos Estados Unidos e anualmente produz um relatório, o Costs of War, em que analisa as despesas militares americanas.

O estudo, cuja última edição acaba de ser publicada, afirma que o governo americano gastou US$ 5,9 trilhões na chamada “Guerra ao Terror”, que foi desencadeada pelos ataques de 11 de Setembro e inclui incursões militares no Afeganistão, no Iraque, na Líbia, no Paquistão, na Somália, no Iêmen e em outros países. Atualmente, os EUA conduzem ações de “contraterrorismo”em 76 nações.

Segundo o relatório, essas ações “foram acompanhadas de violações de direitos humanos e liberdades civis”, e resultaram na morte de 480.000 pessoas, metade delas civis. O Exército dos EUA sofreu 15 mil baixas no período. A conta não inclui a Guerra da Síria, que fez 500 mil vítimas desde 2011, pois os Estados Unidos não participam oficialmente dela (embora apoiem forças contrárias ao regime de Bashar al-Assad).

A despesa corresponde a boa parte da dívida interna dos EUA, atualmente em US$ 20 trilhões. O valor de US$ 5,9 bi se refere especificamente à Guerra ao Terror, e não inclui outras despesas do Departamento de Defesa americano – cujo orçamento anual é de aproximadamente US$ 600 bilhões, o equivalente ao gasto militar de China, Rússia, Arábia Saudita, Índia, França, Reino Unido e Japão somados.


Voltar


Comente sobre essa publicação...