Semana On

Quarta-Feira 21.ago.2019

Ano VII - Nº 359

Coluna

Rasga coração, filme de Jorge Furtado com Chay Suede e Luisa Arraes, ganha trailer

Longa adapta peça homônima de Vianinha e retrata conflitos políticos e geracionais. Elenco tem Marco Ricca, Drica Moraes, George Sauma, João Pedro Zappa e Nelson Diniz.

Postado em 24 de Outubro de 2018 - G1

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

"Essa sua política de aliança nunca serviu pra nada, a não ser para deixar o país na merda, cheio de roubalheira, corrupção", diz o personagem de Chay Suede ao pai, interpretado por Marco Ricca. Que devolve: "Você é um egoísta. E o egoísmo é a coisa mais velha que existe. Você pensa que está trazendo o novo, mas você não é o novo!".

A cena está em "Rasga coração", que ganhou trailer na sexta-feira (26). Com direção de Jorge Furtado ("O homem que copiava", "Meu tio matou um cara" e "Saneamento básico"), o filme adapta para a peça de mesmo nome escrita no início dos anos 1970 por Oduvaldo Vianna Filho (1936-1974), o Vianinha.

A trama original se passava décadas atrás e mostrava conflito geracional entre pai e filho em meio a discussões políticas e sociais. Furtado adaptou para a época contemporânea. A história é a de Manguari Pistolão (Marco Ricca), homem de meia-idade que tinha sido militante e agora, 40 anos mais tarde, passa a se desentender com seu filho, Luca (Chay Suede).

O garoto vê no pai alguém "conservador, antiquado, anacrônico", descreve a sinopse. "Manguari passa em revista seu passado e se vê repetindo as mesmas atitudes de seu pai."

Com esse retrato da geração pai e filho, "Rasga coração" registra um período de quatro décadas da sociedade brasileira.

O elenco tem ainda Luisa Arraes como Mil, namorada de Luca, Drica Moraes, George Sauma, João Pedro Zappa ("Gabriel e a montanha"), que faz a versão jovem do papel de Marco Ricca, e Nelson Diniz ("A oeste do fim do mundo").

Com o título emprestado de uma canção de Anacleto de Medeiros, "Rasga coração" é a última peça de Vianinha, que a concluiu em 1974, já debilitado por um câncer no pulmão. Ele nunca chegou a vê-la no teatro. Após anos de censura, o texto foi finalmente levado aos palcos em 1979 e marcou época. Dentre os atores, estavam Vera Holtz e Raul Cortez (1932-2006).

O filme está na Programação da 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e tem sessão nesta sexta na Cinesala. Neste domingo (28), passa no Espaço Itaú de Cinema do shopping Frei Caneca. A estreia de "Rasga coração" está prevista para novembro.


Voltar


Comente sobre essa publicação...