Semana On

Quarta-Feira 21.nov.2018

Ano VII - Nº 328

Gov dengue

Comportamento

Novos casais realmente ganham mais peso juntos, segundo estudo

E os motivos vão além de ficar em casa comendo porcarias

Postado em 16 de Outubro de 2018   - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Um novo relacionamento traz muitas novidades para a vida: um novo círculo de amigos, domingos felizes e preguiçosos maratonando séries, planos de viagens e, é claro, alguns quilos a mais.

E este último item está ficando cada vez mais distante de ser um mito popular para ganhar voz na ciência. Pelo menos é o que aponta um estudo realizado com 2 mil norte-americanos. 79% dos casais afirmou ter ganho 16 kg desde que começaram a se relacionar – sendo que metade deste número foi obtido no primeiro ano.

A pesquisa, realizada pelo site One Poll e encomendada pelo serviço de emagrecimento Jenny Craig, também descobriu que os homens têm mais chance de ganhar peso (69%). Quase metade destes quilinhos novos chegam através do hábito de comer fora com mais frequência, enquanto 34% está relacionado com sobras e bebidas compartilhadas em casa.

Os entrevistados afirmaram que, na maior parte das vezes (64%), o ganho de peso está relacionado com o fim de uma pressão para sentirem-se bem consigo mesmos em termos estéticos o tempo inteiro. Em média, essa zona de conforto acontece depois de 1,5 ano de relacionamento, segundo a pesquisa, mas pode variar dependendo da idade do casal.

O casamento também é um gatilho para o ganho de peso: 57% dos entrevistados responderam que ganharam, em média, 7,7 kg no primeiro ano de casório. A maior parte, neste caso, chega nos primeiros cinco anos de casamento – o momento em que 42% destes casais teve filhos e começaram a prestar menos atenção em seus corpos.

Monty Sharma, presidente e CEO da Jenny Craig, falou à SWNS Digital sobre as descobertas. “Os dados mostram que enquanto pessoas ganharam peso em relacionamentos, reconhecem que precisam perder parte dele, o que é ótimo para a saúde”, afirmou.

Ainda assim, é bom lembrar que, enquanto a saúde é uma preocupação que precisa fazer parte de nós durante toda a vida, o mais importante é sentir-se bem consigo mesmo – independente de uns quilinhos a mais ou a menos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...