Semana On

Quinta-Feira 13.dez.2018

Ano VII - Nº 331

Super Banner na capa e em toda a revista

Mato Grosso do Sul

Investimento do Governo em equipamentos impulsiona a agricultura familiar

Agricultores receberam máquinas que ajudam a corrigir a acidez do solo, preparar os canteiros e transportar madeira, entre outros

Postado em 03 de Outubro de 2018   - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com o uso da tecnologia, produzir alimentos está mais fácil para os agricultores familiares de Mato Grosso do Sul. Eles receberam máquinas que ajudam a corrigir a acidez do solo, preparar os canteiros e transportar madeira, entre outros.

“A grade vira a terra para plantar, a calcareadeira corrige o solo com a aplicação de calcário, e o trator a gente pode puxar eucalipto, areia e outros serviços que exigem força”, explicou o presidente da Cooperativa de Produtores de Itamarati (Cooperai), o agricultor Antônio Corrinete. O Itamarati é o maior assentamento de Mato Grosso do Sul, com cerca de 3.950 famílias de produtores rurais.

O maquinário entregue ao longo dos últimos 3 anos e 7 meses pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), melhora a renda e aumenta a produtividade da Agricultura Familiar.

“Vamos trabalhar para nós. Vai ser mais rápido [o plantio]. Agradeço que o Governo lembrou da nossa cidade”, disse Luciano Carlos da Silva, do assentamento Nossa Senhora das Graças, em Ribas do Rio Pardo. Ele é um dos 3.779 mil agricultores familiares beneficiados pelo Programa de Crédito Fundiário em Mato Grosso do Sul.

Os equipamentos foram adquiridos por meio de emendas parlamentares e contrapartida do Estado. Já foram investidos R$ 17,4 milhões na aquisição de patrulhas e mais R$ 8 milhões ainda serão aplicados, totalizando R$ 25,51 milhões. Mais de 2,5 milhões são de recursos próprios do Governo Sul-mato-grossense.

Grande parte desse maquinário foi entregue em junho de 2018. Na maior entrega da história de Mato Grosso do Sul, 567 equipamentos foram destinados para a agricultura familiar, sendo 95 tratores, 96 grades aradoras, 87 grades niveladoras, 86 calcareadeiras, 80 rotoencanteiradores, 79 pás carregadeiras, 6 roçadeiras, 5 ensiladeiras, 13 carretinhas e 20 resfriadores com capacidade de mil litros cada, em um investimento total de R$ 12 milhões.

Entre os grandes

A agricultura familiar do Brasil é 8ª maior produtora de alimentos do mundo, segundo dados do Governo Federal. De acordo com o último Censo Agropecuário, a agricultura familiar é a base da economia de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes. Além disso, é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do País e por mais de 70% dos brasileiros ocupados no campo.

E mais: a agricultura familiar produz 70% do feijão nacional, 34% do arroz, 87% da mandioca, 46% do milho, 38% do café e 21% do trigo. O setor também é responsável por 60% da produção de leite e por 59% do rebanho suíno, 50% das aves e 30% dos bovinos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...