Semana On

Sexta-Feira 20.set.2019

Ano VIII - Nº 364

Poder

Política vive momento de descrédito afirma Lula

Ex-presidente afirma que juventude deve encarnar o político que almeja.

Postado em 27 de Junho de 2014 - Redação Semana On

Lula e Dilma na Convenção do PT da Bahia que lançou Rui Costa para governador Lula e Dilma na Convenção do PT da Bahia que lançou Rui Costa para governador

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Em discurso na manhã desta sexta-feira (27) em evento do PT da Bahia, o ex-presidente Lula disse que a política do país vive um momento "descrédito" e que é preciso "moralizá-la".  Segundo o petista, a população brasileira hoje vê a política como uma "coisa vergonhosa".

Mais tarde, na convenção que confirmou a candidatura do senador Delcídio do Amaral em Mato Grosso do Sul, Lula reforçou: “Quando vejo um jovem descrente com a política, faço questão de dizer a ele que não desanime. Se você não entra na política porque acha que todo mundo é ladrão, a mudança que você quer pode estar dentro de você. Entre você na política porque o político que você quer está dentro de você.”

"Nós precisamos de uma reforma política. É preciso trabalhar para moralizar a questão da política. Estamos vivendo um momento de muito descrédito da política brasileira. A política aos olhos do povo parece uma coisa vergonhosa. Parece que todo mundo é bandido", disse o presidente.

Entre você na política porque o político que você quer está dentro de você.

A declaração foi dada na mesma semana na qual, pelo apoio do PR na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), o governo aceitou a condição imposta pelo partido de trocar o titular do Ministério dos Transportes, mesmo contra a vontade da presidente.

Também nesta semana, a direção nacional PT fez intervenções nos Estados da Paraíba, Amazonas e Rondônia, garantindo o apoio a candidatos de outros partidos da base aliada.

Orgulho

O ex-presidente afirmou que os militantes devem ter orgulho do partido e dos movimentos sociais dos quais participam. E disse que "negar a política é a pior coisa que pode acontecer".

"A desgraça de quem não gosta de política é que é governado por quem gosta. Temos que gostar e praticar a política."


Voltar


Comente sobre essa publicação...