Semana On

Domingo 22.abr.2018

Ano VI - Nº 299

Super Banner na capa e em toda a revista

Poder

Apesar da concentração de renda, Bolsonaro critica Bolsa Família taxação de grandes fortunas

IBGE apontou que 10% dos brasileiros detém 43,3% da renda total do país

Postado em 13 de Abril de 2018   - Redação Semana On

Em 2017, uma minoria mais rica formada por 10% dos brasileiros detinha 43,3% da renda total do país. Na outra ponta, os 10% mais pobres detinham apenas 0,7% da renda total. Considerando apenas os 1% que ficam no topo, a renda média foi 36,1 vezes a média recebida pela metade mais pobre da população. Os números que mostram a concentração de renda existente no país são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e foram divulgados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad)

Ainda assim há quem não compreenda o significado disso. É o caso do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que tem se manifestado contra a taxação de grandes fortunas e ações como o Bolsa Família.

"Distribuição de renda não é tirar de quem tem pra dar pra quem não tem. Porque daqui a pouco quem tinha não tem mais nada pra dar, e quem teria pra receber não tem de quem receber. Isso se chama socialismo”, afirmou Bolsonaro.

O presidenciável disse ainda que a taxação de grandes fortunas é um erro. “Não podemos olhar pra um cara que tem uma grande fazenda, uma propriedade, uma empresa e sobretaxar, querer arrancar o couro dele pra dar pra pobre. [Pra] pobre, tem de dar conhecimento."

“Não quero acabar com Bolsa Família, mas tenho certeza de que metade deixará de existir porque ou é fraude ou tem como inserir no mercado de trabalho. Essa é a minha política de distribuição de renda”, concluiu.


Voltar


Comente sobre essa publicação...