Semana On

Domingo 22.jul.2018

Ano VI - Nº 312

Super Banner na capa e em toda a revista

Viver bem

Comida superprocessada pode aumentar risco de câncer, diz estudo

Cientistas concluíram que a comida altamente industrializada pode ser ainda pior do que parece

Postado em 28 de Março de 2018   - Lucas Baranyi – Super Interessante

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Segundo um estudo realizado com 105 mil pessoas realizado pela universidade francesa Sorbonne Paris Cite, há uma ligação entre alimentos altamente processados e câncer. Segundo os pesquisadores franceses, quanto mais comidas desse tipo são ingeridas, maior é a chance do desenvolvimento de um tumor.

Barras de chocolate, bebidas adocicadas, nuggets, macarrão instantâneo, congelados e alimentos com altos teores de açúcar, óleos e gorduras estão entre os altamente processados.

Publicada no British Medical Journal, a pesquisa descobriu que quando a porcentagem de alimentos superprocessados na dieta de alguém aumenta em 10%, o risco de câncer aumenta em 12%. Também segundo o estudo, 18% da dieta das pessoas consiste em alimentos altamente processados e há, em média, 79 cânceres a cada 10 mil pessoas por ano. Aumentar em 10% a quantidade desses alimentos na dieta da população provocaria mais 9 casos de câncer a cada 10 mil pessoas.

Segundo os especialistas responsáveis pela pesquisa, os resultados apontam que, graças ao alto consumo destas comidas, os casos de câncer podem aumentar significativamente nas próximas décadas.


Voltar


Comente sobre essa publicação...