Semana On

Sábado 22.set.2018

Ano VI - Nº 321

Parceiros

Campo Grande

Maior maternidade de MS, Cândido Mariano recebe R$ 715 mil em equipamentos

Hospital é responsável por cerca de 10 mil partos por ano em Campo Grande

Postado em 08 de Março de 2018   - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Responsável por cerca de 10 mil partos por ano em Campo Grande, a Maternidade Cândido Mariano recebeu nesta segunda-feira (5.3) equipamentos médico-hospitalares que vão auxiliar no atendimento de mães e bebês. Os materiais foram adquiridos por meio de emendas parlamentares, pagas com recursos do Governo do Estado. “Fortalecer a maternidade é dar condições melhores para todas as mães gestantes que têm filhos aqui”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja durante a entrega.

Ao todo, foram empregados R$ 715 mil na aquisição de diversos aparelhos. Entre eles, berço aquecido, monitor de sinais vitais, material de fototerapia, ressuscitador infantil, computadores e mesas cirúrgicas. “É uma alegria poder receber esses materiais no ano em que a maternidade completa 80 anos. Somos a maior maternidade de Mato Grosso do Sul. Então, é muito importante essas parcerias com o poder público”, explicou o médico e  diretor-presidente da Associação de Amparo a Maternidade Cândido Mariano, Cezar Luiz Galhardo.

Reinaldo Azambuja lembrou que o Estado paga R$ 1,5 milhão de emendas por deputado, por ano. “O parlamentar escolhe para qual instituição quer repassar o recurso e a sociedade ganha com isso”, destacou o governador. Para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi, entregar os materiais à instituição foi a oportunidade de ver o trabalho parlamentar materializado. “Com emendas, temos a chance de atender as demandas da sociedade. Na área da Saúde, também atendemos a Santa Casa e o Hospital de Câncer Alfredo Abrão”, falou.

Os equipamentos foram adquiridos com cinco emendas do ano 2016 (pagas em 2017). Uma do então deputado Coronel David (R$ 20 mil); outra da deputada Grazielle Machado (R$ 50 mil); a terceira do deputado Cabo Almi (R$ 97 mil); a quarta do deputado Mauricio Picarelli (R$ 148 mil; e a última, coletiva, de 20 deputados (R$ 400 mil) – Junior Mochi, Amarildo Cruz, Coronel Davi, Flávio Kayatt, Beto Pereira, João Grandão, Eduardo Rocha, Cabo Almi, Zé Teixeira, Lídio Lopes, Felipe Orro, Mara Caseiro, Marcio Fernandes, Marcos Trad, Maurício Picarelli, Onevan de Mattos, Pedro Kemp, Renato Câmara e Rinaldo Modesto).

Presenças

Estiveram presentes no ato de entrega dos materiais a vice-governadora Rose Modesto; o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (que era deputado em 2016 e destinou emendas para a maternidade); o secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra; os deputados Beto Pereira e Rinaldo Modesto; Coronel Davi (que era deputado em 2016); o deputado federal Luiz Henrique Mandetta; e demais autoridades municipais e estaduais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...