Semana On

Quarta-Feira 16.out.2019

Ano VIII - Nº 367

Mato Grosso do Sul

UFMS E FERTEL firmam acordo para produzir conteúdo em Bonito e região

O acordo inicia o processo de produção digital da TV-E e que tem prazo legal para entrar no ar ainda neste ano de 2018

Postado em 23 de Fevereiro de 2018 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Marcelo Turine, o diretor presidente da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de MS (Fertel), jornalista Bosco Martins e o Secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery e o procurador jurídico da Fertel, Dr. Danilo Magalhães participaram nesta sexta-feira (23) do ato de assinatura de um acordo de Cooperação Técnica que objetiva a promoção, veiculação e divulgação conjunta de atividades de radiodifusão para transmissão de sons e imagens de natureza acadêmica e de divulgação científica, assim como suporte físico para produção de conteúdo das emissoras em Bonito e região.

O acordo inicia o processo de produção digital da TVE e que tem prazo legal para entrar no ar ainda neste ano de 2018. A Fertel é a fundação mantenedora das emissoras públicas de MS, a Rádio, TV-E Cultura e Portal da Educativa e em Bonito sua estação retransmissora foi reinaugurada no início do governo de Reinaldo Azambuja, homenageando em seu nome o grande poeta bonitense Theodorico Góes Falcão de família tradicional e fundadora do município.

A TVE faz parte de um dos cinco principais canais abertos que operam na cidade e região, com imagens e programação de conteúdo diferenciado e de qualidade cultural e educativo. O convênio assinado na reitoria da UFMS em Campo Grande, foi destacado pelo reitor Marcelo Turine, pois segundo ele, além de promover as atividades acadêmicas e contribuir no processo de aprendizagem dos alunos dos cursos ligados a comunicação e áreas afins, “o acordo visa também o Ensino a Distância, que já praticamos nesse Campus de Bonito, vindo a colaborar agora com a participação da Fertel e de projetos futuros de Multiprogramação em TV, também para curso de EAD. A emissora pública TVE vai poder exibir conteúdos simultaneamente, abrindo espaço para novas atividades educacionais em sua grade de programação”, disse.

Martins complementou que parcerias entre os municípios fazem parte da preparação da TV-E Cultura, para compor o marco regulatório da TV digital, a ser implementado ainda este ano pelos governos federal e de MS. “Esse processo de digitalização e multiprogramação das TV-E Cultura, como ocorre já com a TV Cultura de SP e a TV-E do Paraná começa a ser uma realidade no Brasil moderno. È uma determinação do governador Reinaldo Azambuja nos adequarmos a ela. Isto significa sairmos da era analógica e da grande tela para aera digital das pequenas telas, dos smartphones, mas o principal objetivo dessa parceria é o que vamos ofertar para essas novas gerações. È isso que o convênio busca concentrar, produzir junto com a UFMS e seus alunos e os profissionais das emissoras públicas, conteúdos de qualidade, que visem a educação e a cultura do nosso Estado”, detalhou o jornalista.

Bosco Martins lembrou ainda que a parceria da UFMS e da Fertel já originou logo no início do governo de Reinaldo Azambuja a criação da “Educativa UFMS 99,9”: “Detentora de uma das melhores programações regionais do Brasil e formada praticamente com um quadro de funcionários oriundos da Fertel num convênio o parecido com esse que agora realizamos, através da ocupação de um espaço da nossa retransmissora de TV, no Campus da UFMS de Bonito, finalizou Martins.
Nesse sentido, o secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery destaca que o convênio entre a UFMS e a Fertel é um projeto piloto, que deverá abranger outros municípios do Estado com uma proposta de produção regional inovadora. “Nós estamos começando por Bonito e região, onde já são produzidos conteúdos para emissora, mas a intenção é implantar projetos como este nos 79 municípios de MS numa segunda etapa, visando a promoção e valorização da educação e da cultura no nosso Estado”.
O prefeito de Bonito, Odilson Soares, que por conta de trabalho em função da última cheia na cidade não pode estar presente, recebeu com entusiasmo o acordo de cooperação que beneficia seu município, afirmando ser uma grande conquista. “Parcerias como essa, que visam além do nosso reconhecido turismo, a divulgação da nossa cultura e educação, com a difusão e divulgação dos conteúdos produzidos nas escolas, mostrando que nossos jovens são criativos e podem desenvolver projetos dignos de serem mostrados lá fora, nos enche de orgulho, isso sem dúvida é uma grande realização para nossa cidade”.

Conforme a minuta do convenio, a Fertel disponibilizará para Universidade os Estúdios de Rádio e TV para gravação de programas educativos, assim como deve receber programas educativos produzidos pelos professores, técnicos e acadêmicos, na própria universidade, em formato compatível para veiculação na grade de programação da TVE e Rádio Educativa 104,7 FM. O Projeto “Memórias” é um destes projetos e está sendo desenvolvido pelo cineasta e professor Cândido Alberto da Fonseca, tendo sido já gravados nos estúdios da TV-E mais de 100 programas com personalidades, jornalistas, políticos, artistas, educadores e pessoas que marcaram e fazem parte da história de MS.

Já a UFMS disponibilizará para a Fundação uma sala na Base de Estudos de Bonito para gravação de programas educativos e culturais sobre a região que serão produzidos por profissionais e equipe da Fertel.

Campus da UFMS Bonito

Para produção de programas na região o ‘Campus da UFMS em Bonito’ de disponibilizará uma sala que ficará à disposição da Fertel e seus profissionais. O Campus de Bonito atualmente a trabalha com a modalidade EAD (Ensino A Distância). A novidade foi implantada no segundo semestre de 2017, com a oferta 175 vagas para os cursos de Letras Português/Espanhol, Pedagogia e Educação Física.

O campus de Bonito foi implantado em 2009 e inaugurado em novembro de 2010. Com capacidade para 520 alunos em cada turno, o campus tem infraestrutura adequada para atender as atividades de ensino, pesquisa e extensão. São oito salas de aulas com capacidade para até 60 acadêmicos cada uma, biblioteca, laboratório de informática, salas administrativas, auditório com capacidade para 100 lugares e demais instalações para acomodar toda a estrutura pedagógica e administrativa do campus.

A unidade da UFMS em Bonito iniciou suas atividades no ano letivo de 2009, oferecendo os cursos de Administração e Turismo e Meio Ambiente no período noturno, com o montante de 120 vagas. As aulas foram ministradas em escolas do município até a finalização do prédio em área de 4,5 hectares, cedida pela prefeitura.

Em 2011 foram suspendidas as ofertas de vagas para os dois cursos devido à falta de demanda. Porém os acadêmicos que iniciaram na modalidade presencial tiveram aulas e professores até a conclusão do curso, no início de 2015. Vale ressaltar também que o Campus de Bonito teve papel relevante na formação de guias, através do curso Técnico de Guia de Turismo (2013/2014) e Curso de Especialização em Gestão Pública em março de 2015.

Entre 2013 e 2014 a instalação do campus foi cedida a Escola Estadual Bonifácio Camargo Gomes, que passava por reformas. E no segundo semestre de 2017, após um período sem atividades, a UFMS realizou novamente a oferta de cursos na modalidade EAD (Ensino A Distância). Foram ofertadas 175 vagas para os cursos de Letras Português/Espanhol, Pedagogia e Educação Física. As aulas acontecem quinzenalmente.


Voltar


Comente sobre essa publicação...