Semana On

Sexta-Feira 18.out.2019

Ano VIII - Nº 367

Mato Grosso do Sul

Corumbá recebe R$ 30 milhões em obras de saúde e pavimentação do Governo do Estado

Uma das obras mais aguardada é a reforma e ampliação do hospital de Caridade

Postado em 22 de Fevereiro de 2018 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Governo de Mato Grosso do Sul está com obras em execução e em processo de licitação em Corumbá, que somam mais de R$ 30 milhões de investimentos somente em 2018. Ao longo de três anos, os recursos aplicados na cidade em saneamento básico chegam a R$ 85 milhões, na modernização e ampliação do sistema de abastecimento de água e coleta de esgoto, com recursos da Sanesul.

“Quero agradecer de coração o governador Reinaldo Azambuja, que tem sido um grande parceiro nosso, seja com investimentos na saúde, na cultura, em infraestrutura. Corumbá tem um parceiraço”, destaca o prefeito Marcelo Iunes, ao enumerar os benefícios que a cidade tem recebido do Estado. Ele cita, como exemplo, a contrapartida do Governo (R$ 8 milhões) para garantir o financiamento do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata) ao município, de R$ 130 milhões.

Um novo hospital

Uma das obras mais emblemáticas, aguardada há muitos anos pela população, será a reforma e ampliação do hospital de Caridade, o único que atende toda a região, incluindo as comunidades bolivianas situadas na fronteira. O governador Reinaldo Azambuja garantiu o repasse de R$ 11 milhões para a prefeitura, que já concluiu o projeto de engenharia e o entregou à Secretaria de Estado de Saúde (SES), que celebrará o convênio com Corumbá.

O projeto inclui a construção de um novo pronto socorro e de um núcleo obstétrico, reestruturação de todo o hospital e ampliação do número de leitos. Segundo o secretário da pasta, Carlos Coimbra, a previsão é de que as obras sejam licitadas no próximo mês de março, com início no final de abril e o prazo para conclusão de todo o complexo é de um ano. O hospital, construído em 1904, é gerenciado pelo município.

“Mais leitos serão implementados, um novo pronto socorro, centro obstétrico, a recepção geral está sendo concluída, as áreas de internação. Então, o governo estadual promoverá uma reestruturação toda do hospital, garantindo assim um melhor atendimento à população, não só de Corumbá, mas de Ladário, e inclusive do país vizinho. A gente sabe que Corumbá atende muitos irmãos bolivianos que procuram atendimento”, diz o secretário.

Recapeamento

Com mais de R$ 11 milhões de investimentos, o Governo de Mato Grosso do Sul iniciou em novembro do ano passado o recapeamento de 23 ruas e avenidas de Corumbá – num total de 273 mil metros quadrados, que abrangem 102 quadras no município. Mesmo com o período de chuvas, o serviço de restauro das vias públicas segue em ritmo acelerado e chegou à região do Cristo Redentor, bairro situado na parte alta da cidade.

O recapeamento vai reordenar a malha viária de Corumbá, contemplando as ruas João Bosco da Mota, Rio Grande do Norte, Marechal Deodoro, Pernambuco, Edu Rocha, Luiz Feitosa Rodrigues, Dom Pedro II, Major Gama, São Paulo, 15 de Novembro, 13 de Junho, Cuiabá, Gabriel Vandoni de Barros, Delamare, Alan Kardec, Marechal Floriano, Oriental, Cáceres, Sargento Aquino, Nossa Senhora de Fátima, São Judas Tadeu; além das avenidas General Rondon e Rui Barbosa.

Segundo o prefeito é grande a necessidade de recapeamento em diversas vias de Corumbá, pois o pavimento é antigo e está comprometido. “Já está finalizando o tempo de vida do asfalto”, conta. Ele revela ainda que a Prefeitura é parceira do Governo do Estado nas obras de infraestrutura. “Vamos recapear mais 98 quadras, totalizando um total de 200, para melhorarmos as condições de tráfego em nossa cidade”, anuncia.

Saneamento

Na área de saneamento, incluindo conclusão de obras inacabadas e novos projetos, o Estado resolveu definitivamente o problema da falta de água na parte alta da cidade com ampliação do sistema de captação, bombeamento e distribuição, construção de reservatórios e estações elevatórias e de tratamento e troca de equipamentos obsoletos. A Sanesul tem a concessão do serviço de água no município até 2019 e a renovação já está sendo discutida pela direção da empresa.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, o investimento de R$ 85 milhões garante o abastecimento da cidade pelos próximos 30 anos, além da universalização do esgotamento sanitário. “Vamos levar água com qualidade e sem interrupção, acabando com um drama da população, principalmente da parte alta, que se expande com a construção de novos conjuntos habitacionais”, assinala.

Asfalto no residencial

Outra obra de grande apelo popular garantida pelo governador Reinaldo Azambuja é o asfaltamento do conjunto Padre Ernesto Sassida, com 1.200 moradias, construído pelo governo anterior e entregue sem infraestrutura. O asfalto começa a ser implantado pelo Estado, na atual gestão, na avenida Nossa Senhora das Mercês, com drenagem de águas pluviais, com investimento de R$ 8,4 milhões (contrapartida ao financiamento do Fonplata).

A principal avenida do bairro, situado na entrada do município e no limite com Ladário, terá toda sua extensão pavimentada – são 18.585 metros² de área – e obras complementares de micro e macro drenagem (2.670 metros lineares) e 1.620 metros de drenagem do lençol freático e ainda sinalização viária. O bairro já conta com rede de esgoto, implantada pela Sanesul. A prefeitura investirá mais R$ 12 milhões para asfaltar as demais ruas do residencial.


Voltar


Comente sobre essa publicação...