Semana On

Domingo 29.nov.2020

Ano IX - Nº 421

Coluna

Altas Expectativas

Uma comédia romântica de inclusão

Postado em 08 de Dezembro de 2017 - Danilo Custódio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Depressão, complexo de inferioridade, deficiência física e acessibilidade margeiam a história de amor contada na estreia tupiniquim da semana. Sabemos que produzir uma comédia romântica aos moldes de hollywood, com piadas rasas em uma atmosfera pequeno burguesa, sem um pingo de responsabilidade social, é um negócio muito lucrativo para os empresários do setor aqui no Brasil. Mas vez ou outra surgem filme que superam essa receita, como em Altas Expectativas, escrito e dirigido por Pedro Antônio e Álvaro Campos, que conta a história de Décio, um anão treinador de cavalos no Jockey Club brasileiro que se apaixona pela nova dona do café do lugar.

O filme tem a seu favor a defesa da diversidade, promovendo uma relação entre pessoas fora de padrões físicos estabelecidos pela publicidade, ou de padrões sociais e familiares estabelecidos por uma sociedade conservadora e careta. Mas em momento algum no filme isso se torna uma bandeira ostensiva, panfletária, mesmo que acabe caindo nas mesmices das comédias românticas, cambaleando e tropeçando na tênue linha entre a relevância psicológica do drama e a leveza da comédia. Mas o filme promete envolver seu público de forma sensível, com momentos engraçados que valem a pena conferir.

Melhores do ano para o AFI

O American Film Institute acaba de divulgar sua lista de melhores do ano em 2017. Além dos dez melhores filmes e séries, o instituto voltado para a preservação da história do cinema também ofereceu um prêmio especial para a mini-série The Vietnam War, de Ken Burns.

FILMES:

Doentes de Amor

Me Chame Pelo Seu Nome

Dunkirk

Projeto Flórida

Corra!

Lady Bird - A Hora de Voar

The Post - A Guerra Secreta

A Forma da Água

Três Anúncios Para um Crime

Mulher-Maravilha

SÉRIES DE TV:

Big Little Lies

The Crown

Feud

Game of Thrones

The Good Place

The Handmaid’s Tale

Insecure

Master of None

Stranger Things 2

This Is Us

A tortura na ditadura

Depois de O Menino 23 - Infâncias Perdidas no Brasil, que denunciou o sequestro de crianças negras que foram obrigadas a trabalhar em regime de escravidão na fabricação de tijolos em um sítio nazista no interior de São Paulo durante os anos 30, o documentarista Belisário Franca acaba de lançar outro filme denunciando mais uma página rasgada e esquecida da história de nosso país. Soldados do Araguaia conta a história de soldados de baixa patente que atuaram no sul do Pará para combater a chamada Guerrilha do Araguaia, formada por integrantes do Partido Comunista do Brasil. Os ex-soldados relatam uma vida pós-Araguaia, pautada por pesadelos, medo e traumas, derivados das tortura à que foram submetidos pelo próprio regime que defendiam. O filme já foi exibido durante a 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e ainda não tem previsão de estreia no circuito comercial brasileiro.


Voltar


Comente sobre essa publicação...