Semana On

Terça-Feira 12.dez.2017

Ano V - Nº 283

Governo dengue

Comportamento

Escolher com quem você se relaciona é a decisão mais importante da vida

De acordo com especialistas, felicidade não tem nada a ver com dinheiro, experiências ou filosofias de vida

Postado em 15 de Novembro de 2017   - Redação Semana On

De acordo com Moran Cerf, neurocientista da Universidade Northwestern que estuda a tomada de decisões há mais de uma década, a maneira mais segura de maximizar a felicidade não tem nada a ver com experiências, bens materiais ou filosofia pessoal. Mas sim com quem você decide passar o tempo junto, "não é apenas um conselho dizer para escolher seus amigos com cuidado".

A pesquisa do especialista mostra que, quando duas pessoas estão na companhia uma da outra, suas ondas cerebrais começam a parecer quase idênticas. Um estudo com espectadores, por exemplo, mostrou que os trailers de filmes produzem padrões semelhantes no cérebro das pessoas.

"Quanto mais estudamos as relações, mais vemos que apenas estar ao lado de certas pessoas realmente alinha seu cérebro com elas", disse Cerf. "Isso significa que as pessoas com quem você sai realmente têm um impacto no seu envolvimento com a realidade além do que você pode explicar. E um dos efeitos é que você se torna semelhante." A pesquisadora afirma que isso influencia em percepções como a percepção de sons, cheiros e outros fatores. 

A conclusão de Cerf é que, se as pessoas desejam maximizar a felicidade e minimizar o estresse, elas devem construir uma vida que exige menos decisões cercando-se de pessoas que incorporam os traços que preferem. Ao longo do tempo as atitudes e os comportamentos desejáveis serão mais frequentes.

Essas pessoas também podem tomar decisões "menos importantes" para você, como onde comer ou qual prato pedir — escolhas que, de acordo com o neurocientista, também exigem energia. Por isso, Cerf brinca que prefere "escolher com quem comer do que o que comer".


Voltar


Comente sobre essa publicação...