Semana On

Sábado 27.fev.2021

Ano IX - Nº 432

Coluna

Além do PDT, Odilon diz ter sido sondado por Bolsonaro, Kassab e Álvaro Dias

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 13 de Outubro de 2017 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Depois de antecipar sua aposentadoria visando as eleições de 2018, o juiz federal Odilon de Oliveira diz que, além do PDT de Ciro Gomes, foi procurado por outros presidenciáveis. "Fui sondado pelo Bolsonaro (PSC-RJ), pelo Kassab (PSD-SP) e pelo Álvaro Dias (Podemos-PR). São dirigentes de bons partidos, mas meu filho já é vereador pelo PDT e vejo que o partido tem um conteúdo bom. Querem que eu me filie no dia 11 de novembro para disputar o governo ou o Senado, mas ainda estou pensando", disse o Odilon pai.

PDT quer Nelsinho ao Senado com Odilon governador e vice do PSD de Marquinhos

Empenhadas em fazer do juiz aposentado Odilon de Oliveira candidato à sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), lideranças do PDT querem atrair o ex-prefeito de Campo Grande e presidente regional do PTB Nelsinho Trad como candidato ao Senado em 2018. “O PDT quer a gente compondo chapa com o Odilon" disse Nelsinho. A chapa cogitada pelo partido presidido pelo deputado federal Dagoberto Nogueira também teria o PSD, do seu irmão e atual prefeito Marquinhos Trad, indicando o vice, ainda sem nome definido. Indaguei sobre uma outra suposta chapa, ventilada por petista, com Zeca do PT e Ricardo Ayache (PSB) para o Senado e ele como candidato ao cargo de governador. Nelsinho respondeu que está focado em disputar uma cadeira de senador em 2018. E, sobre tentativas de formação de chapas, admitiu: “Tem flerte pra todo lado. Até André e Zeca".

Kemp vira 'líder do governo' por um dia

Pouca gente percebeu... mas o deputado Pedro Kemp (PT) fez papel de "líder do governo" tucano de Reinaldo Azambuja ao pedir a inclusão de projeto do Executivo na ordem do dia da primeira e única sessão na Assembleia da semana de feriadão prolongado em MS que comemora seus 40 anos e o feriado nacional da Padroeira do Brasil. Por acordo dos líderes de bancadas o projeto foi aprovado em primeira votação, e reorganiza o Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência no Estado (Consep) e autoriza a eleição de seus novos conselheiros em novembro. Sobre a inusitada "liderança", bem-humorado, o oposicionista Kemp explicou aqui ao Blog: – "É que o líder do governo não estava presente e fui procurado pela presidente do conselho, que me pediu apoio explicando que esse projeto precisa passar pelas duas votações e ser sancionado pelo governador antes do final do mês, para regulamentar a eleição da próxima gestão no início de novembro."

Temer mantém Abrão Razuk juiz do TRE

O advogado Abrão Razuk ficará por mais dois anos na função de juiz titular do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) que ocupa desde 2015, conforme decreto assinado pelo presidente Michel Temer e pelo ministro Torquato Jardim (Justiça) publicado no Diário Oficial da União. Ele figurava em lista tríplice do Tribunal de Justiça (TJMS) com outros dois indicados, os advogados Rodrigo Dal Piaz e Lauane Volpe Camargo. Especialista em Direito Civil, escritor e membro da Academia Sul-mato-grossense de Letras, Razuk foi juiz em Aquidauana, Miranda, Corumbá e Campo Grande.

Acabou o churrasco na laje, diz presidente da CUT em MS ao defender a volta de Lula

“A vida em São Paulo ficou horrível. Acabou o churrasco na laje. Quando tem é com carne de segunda, samba, uma cervejinha de um real”, disse o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas de Moraes, em evento de filiação do PT em Campo Grande. Segundo ele, "com Lula o povo era feliz". "Vamos fazer Lula presidente. E, me escutem: se tentarem impedir a candidatura dele, vamos pra rua defender a democracia e tentar derrotar os golpistas mais uma vez", afirmou Vagner, provocando gritos de "Brasil urgente, Lula presidente!". Promovido pelo diretório regional da sigla, o ato que visava filiar pelo menos 200 novos militantes, entre lideranças sindicais e apoiadores, atraiu 583 novos filiados. Ao dar as boas-vindas aos novos companheiros, o deputado estadual Pedro Kemp citou os ataques a Lula e ao partido e afirmou: "É preciso ter muita coragem pra se filiar nestes tempos", disse.

Zeca fala porque não esteve no ato de filiação do PT

O presidente estadual do PT, Zeca do PT, foi o ilustre ausente do ato de filiação promovido nesta semana pelo partido em Campo Grande (leia acima). Ele explica: "Estava com compromisso inadiável com Gilda no interior. Mas você sabe que foi um grande evento, com mais de 500 filiações. Esqueçam o fiasco daqueles que saíram. Eu não quero centralizar a direção do PT. Eu me impus dois desafios. 1. Sanear financeiramente a direção estadual do PT. Hoje estamos com o custeio básico em dia e negociando a dívida com INSS e FGTS e a Justiça Eleitoral. Acabou a bandalheira 2. Incentivar o surgimento de novos dirigentes e lideranças. O que interessa é articular uma boa frente do MS e eleger Lula presidente. Minha presença é de menos. A filiação normalmente é do Diretório Municipal."

Vereador propõe recompensa a quem denunciar corrupto em Campo Grande

Projeto de lei apresentado na Câmara prevê recompensa a quem denunciar desvios de dinheiro do Município de Campo Grande, caso isso resultar na condenação de quem cometeu o crime e a devolução dos recursos aos cofres públicos. Conforme a proposta, de autoria do vereador André Salineiro (PSDB), a recompensa será de 10% do valor desviado, limitada em, no máximo, R$ 100 mil reais. Se houver mais de um informante, o prêmio será rateado: 70% ao primeiro denunciante e 30% aos demais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...