Semana On

Sexta-Feira 20.set.2019

Ano VIII - Nº 364

Coluna

Não entregou o seu imposto de renda 2014?

Saiba que fazer e quais as consequências.

Postado em 02 de Maio de 2014 - Josceli Pereira

Fugiu do Leão? A mordida pode de ser maior. Fugiu do Leão? A mordida pode de ser maior.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda sem multa encerrou às 10h59min da última quinta-feira (1). Quem tentou entregar recebeu o aviso do encerramento do prazo.

Se você estava obrigado a prestar contas ao Fisco e perdeu o prazo, faça-o imediatamente. Caso encontre dificuldades na transmissão verifique se a versão do programa do IRPF2014 não sofreu atualização. Se ocorrer será necessário baixar a nova versão.

Os atrasados terão de pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74 e de no máximo 20% do imposto devido. Assim que entregar a declaração com atraso e imprimir o recibo, o contribuinte já receberá também uma notificação da multa e o Darf (boleto) para pagamento.

A multa por atraso é de 1% ao mês sobre o imposto devido. Se atrasar cinco meses, a multa atinge 5% do imposto devido. Se o atraso, for de 20 meses, chega a 20%. Como o limite é 20%.

Cuide para não incorrer em mais este custo financeiro. São valores significativos na atual conjuntura econômica dos trabalhadores.

Mais multa

A dívida pode continuar crescendo se a pessoa não pagar a multa no vencimento. Nesse caso, começam a ser cobrados juros com base no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC). Atualmente, a SELIC está em 11% ao ano.

O atraso na entrega não impede o contribuinte que tenha imposto a restituir de receber esse valor normalmente. Se não pagar a multa pelo atraso na entrega, esse valor será deduzido da restituição. "Se optar por pagar a multa, irá receber a restituição integral, corrigida pela taxa SELIC”.

Se houver imposto a pagar, também incidirão juros e multa sobre esse atraso, já que a primeira parcela do imposto a pagar venceu também no dia 30 de abril. Com relação ao valor a ser pago o sistema a ser utilizado para corrigir os valores serão feitos no programa SICALC, que faz o cálculo e emite o Darf para pagamento.

Consequências

A consequência pelo não envio da sua declaração pode trazer sérias complicações para você. Se a pessoa estava obrigada a declarar e não o faz, pode ficar com problemas no CPF.

Já no ano seguinte ao atraso, seu CPF fica com status de "pendente de regularização''. Com esse status, a vida financeira da pessoa já fica inteiramente prejudicada. A pessoa não consegue tirar passaporte, prestar concurso público, fazer empréstimos, obter certidão negativa no caso de venda de imóvel e pode até mesmo ter problemas para movimentar a conta no banco.

Caso tenha deixado de transmitir suas Declarações de renda de anos anteriores é preciso fazer o download dos programas geradores da declaração do imposto de renda no sitio da Receita Federal do Brasil (RFB) de acordo com o ano que deixou de apresentar.

Caso esteja tranquilo e com sua obrigação com o Leão devidamente cumprida é só esperar a próxima Declaração no ano que vem e ir guardando os documentos em uma pasta para evitar esquecimento.

Boa sorte!


Voltar


Comente sobre essa publicação...