Semana On

Sexta-Feira 24.nov.2017

Ano V - Nº 281

Gov Refis

Viver bem

3 aplicativos que vão monitorar e melhorar sua saúde no dia a dia

Testamos ferramentas que prometem uma vida mais saudável e contamos como foi

Postado em 29 de Agosto de 2017   - Nathalia Fabro

Os aplicativos nos ajudam em diversos momentos: falar com os parentes ou amigos que moram longe, pagar contas e até a falar em público. Também existem ferramentas que podem contribuir com a melhora da saúde no cotidiano.

Recebi a 'missão' de testar três apps — todos gratuitos e em português — que prometem trazer benefícios ao bem-estar. Minhas opiniões estão logo abaixo. Confira:

(Lembrando que nenhum deles substitui o acompanhamento de um profissional de saúde, mas podem ser agregados aos tratamentos). 

Sleep Cycle (iOS e Android)

O app é voltado para controle do sono. Para mim, o mais interessante e curioso foi ver o gráfico que mostra os picos de sonolência. Se você tem problemas para dormir e pretende entender o que está acontecendo — o que não é minha situação —, a ferramenta pode ser uma boa opção. 

Todas as noites, ao se deitar, é necessário selecionar a hora que você precisa acordar na manhã seguinte. Ele pede que você escolha a variação do tempo, que pode ser entre 10 e 90 minutos, da 'Fase de Despertar'. O objetivo da função é fazer o aplicativo tocar o alarme no melhor momento de levantar, de acordo com seu sono. 

Por exemplo, você precisa levantar às 7h, então coloca o despertador para tocar entre 6h50 e 7h. Dessa maneira, o Sleep Cycle vai tocar no minuto mais adequado. 

Enquanto você dorme, a ferramenta faz um diagnóstico do seu sono. Usei a versão gratuita por cinco noites — que é o período mínimo estipulado pelo app para fornecer informações relevantes, como a média de tempo que você dorme. 

A cada novo dia, a ferramenta informa os seguintes dados: o tempo total que você ficou na cama na noite anterior, a qualidade do seu sono (em porcentagem), e durante quantos minutos você roncou.

Para funcionar, o celular precisa estar carregado e com o app ativado a noite toda — com a tela do celular virada para baixo e próximo de você: embaixo do travesseiro ou no criado-mudo, por exemplo.

O app até indica que você deixe o aparelho conectado à tomada enquanto dorme. Mas, particularmente, não recomendo porque já ocorreram casos de explosão assim. 

A versão gratuita também permite que você personalize configurações do despertador, como o som, a vibração e a função soneca. A versão premium custa 29,99 dólares anuais e oferece mais recursos, como a possibilidade de anotar seu humor ao acordar, e demais observações do sono, como uma ida ao banheiro na madrugada. 

Beber Água (iOS e Android)

O nome do aplicativo não poderia ser mais descritivo. O intuito dele é te ajudar a tomar mais água. E ele se mostra bem eficiente nisso, além de ser bem simples de mexer.

Sou uma pessoa que bebe água sempre, então o teste foi mais para ver a qualidade e prestatividade do app do que para melhor minha saúde. Se você tem dificuldades em ingerir o líquido, com certeza vai adorar o aplicativo. 

No início, é preciso colocar o quanto você pesa porque o Beber Água vai indicar uma quantia diária do líquido que você precisa ingerir. Caso faça acompanhamento médico e o profissional tenha recomendado uma quantidade, é possível inserir diretamente o valor. 

Há uma versão mais completa do dispositivo por 1,99 dólares, que mostra estatísicas sobre sua hidratação e remove os anúncios — que são pequenos e não me incomodaram. 

No Beber Água, você também pode ajustar as unidades de medida: kg e ml ou fl.oz e Ib. Além disso, dá para indicar de quanto em quanto tempo você quer receber o alerta para tomar água. 

É justamente esse ponto que eu tinha mais medo: do alarme ser escandaloso e me atrapalhar. Mas me surpreendi: a notificação é discreta e muito útil. No caso do IPhone, o aviso aparece na telinha de fora e deixa uma bolinha vermelha marcada no aplicativo até que você o abra e acrescente a quantia de água que bebeu. 

Tecnonutri (iOS e Android)

A ferramente se descreve como "o seu assistente pessoal para alcançar a alimentação ideal com saúde e sem preocupações". Para quem busca uma vida mais saudável, além de completo, ele se mostrou um bom aliado. 

A única coisa 'chatinha' do Tecnonutri, para mim, é que ele manda notificações sonoras o tempo todo, e não consegui reverter isso nas configurações.

Para começar a usar, é preciso informar dados como idade, data de aniversário, peso, altura, e qual seu objetivo: emagrecer, ganhar massa muscular ou melhorar a alimentação — esse último foi o que escolhi. 

A minha intenção era avaliar o app e não buscar resultados diretamente, mas o dispositivo funcinou muito bem no questio 'consciência'. Percebi como consumo bastante carboidratos, por exemplo, então fiquei mais atenta para montar refeições mais equilibradas.

Você também pode colocar o tipo de exercício físico que faz, a frequência e a duração. 

O Tecnonutri possui diversas funções. Entre elas está inserir informações das suas refeições — café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e pequeno lanche antes de deitar —, sendo que você pode tirar uma foto do seu prato ou descrever os alimentos um por um. 

Com isso, o aplicativo calcula as quantidades de calorias, fibras, carboidratos e proteínas, por exemplo, que você ingeriu. O que achei ótimo para controlar o que comia. 

Além disso, o dispositivo também possui uma função que te lembra de tomar água. Há uma aba, 'Social', que funciona como uma rede social. Você vê o perfil dos outros usuários, os objetivos deles e suas performances.

Também tem uma seção na qual você pode adquirir planos de treinos online de professores credenciados no app. Os planos são pagos e os preços variam, então não testei. 


Voltar


Comente sobre essa publicação...