Semana On

Domingo 15.dez.2019

Ano VIII - Nº 375

Mato Grosso do Sul

Conferência mundial de ecoturismo deixa legado para Bonito e Mato Grosso do Sul

Quarenta e dois países participaram do evento, contribuindo com sua experiência para o desenvolvimento sustentável.

Postado em 01 de Maio de 2014 - Redação Semana On

A 8ª Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável colocou Bonito definitivamente entre os principais roteiros do Ecoturismo do mundo. A 8ª Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável colocou Bonito definitivamente entre os principais roteiros do Ecoturismo do mundo.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A 8ª Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável (ESTC 14) colocou Bonito (MS) definitivamente entre os principais roteiros do Ecoturismo do mundo. “É um legado que a conferência deixa para Bonito, uma vez que a The International Ecotourism Society (Ties) é referência mundial e bem conceituada em diversos países. É uma instituição respeitada e de credibilidade. O legado é a promoção do nosso destino para o mundo inteiro, que ficará por gerações”, destacou a diretora-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Nilde Brun.

Quarenta e dois países estiveram presentes no evento, contribuindo com sua experiência e trocando informações para o desenvolvimento sustentável. “Esses representantes dos 42 países presentes vão levar de volta para suas cidades o que Bonito tem feito para a sustentabilidade. A semente foi plantada e todo este processo de valorização foi reconhecido devido à participação da comunidade. A sustentabilidade foi o grande foco da Conferência e a participação da comunidade é fundamental”, ressaltou.

“Tanto a sustentabilidade social, quanto ambiental e econômica. Bonito construiu esse conceito no Brasil e agora serve de modelo para o mundo inteiro. Todos estão envolvidos nesse processo. Também foi feito um trabalho com os professores para repassaram para as crianças e adolescentes a importância da responsabilidade social. Em todos os sentidos, a 8ª Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável foi um marco para o desenvolvimento do turismo sustentável em Mato Grosso do Sul e para o Brasil”, destacou Nilde.

Sede do Ecoturismo

O governador André Puccinelli destacou as ações feitas pelo governo do Estado para a promoção do desenvolvimento sustentável. “Bonito está se tornando mais conhecido ainda para o mundo como a sede mundial do ecoturismo e turismo sustentável. É um grande avanço para o Estado de Mato Grosso do Sul receber este evento e um orgulho para os sul-mato-grossenses. O turismo é o quinto pilar da nossa economia. A sede da conferência é uma conquista e uma oportunidade em que especialistas no mundo discutem a sustentabilidade ambiental”, afirmou Puccinelli durante a abertura do evento, no dia 26 de abril.

Para o ministro do Turismo, Vinícius Lages, Bonito tem destaque nacional e internacional e é um dos roteiros mais conceituados em ecoturismo. “O Brasil é um dos países que mais atrai eventos internacionais, na média de um evento por dia. O turismo de natureza tem crescido a média de 25% ao ano, segundo informações da OMT (Organização Mundial do Turismo). Bonito tem vocação para o ecoturismo. Mato Grosso do Sul é um exemplo que projeta o Brasil para o mundo e consolida os padrões e a qualidade do nosso turismo em níveis internacionais. Estamos avançando e nos estruturando cada vez mais para termos condições de trazer eventos internacionais para nosso País. A semente da sustentabilidade está plantada nas ações do governo”, afirmou o ministro Vinícius Lages.

Sustentabilidade

O ponto forte da conferência foi a sustentabilidade, a construção de uma economia voltada para o fortalecimento do ecoturismo com a participação da comunidade aliada à preservação ambiental.

A ESTC 2014 é um marco não apenas para Bonito e Mato Grosso do Sul, mas também para as pessoas. O desenvolvimento sustentável transforma a realidade das comunidades. O ecoturismo tem a capacidade de transformar a vida da comunidade e gerar renda para as famílias, unindo a preservação ambiental ao desenvolvimento econômico, proporcionando qualidade de vida. Esta é a visão da presidente da Ties, Kelly Bricker.

“A base do turismo sustentável e do ecoturismo é a cultura local e o desenvolvimento econômico das famílias aliados à preservação do meio ambiente. É fundamental a parceria dos setores público e privado para a promoção da sustentabilidade. O ecoturismo tem o poder de transformar positivamente a realidade de uma comunidade, com a geração de renda e a preservação ambiental”, afirmou Kelly Bricker.

Ariane Janér, conselheira da Ties, destacou os avanços em Bonito. A conselheira acompanha os trabalhos e os investimentos feitos em Bonito há 20 anos e observou as transformações positivas. “Hoje, Bonito está preparada para o ecoturismo e tem modelos de gestão exemplar. A conservação e os trabalhos realizados com a comunidade têm trazido resultados positivos. Bonito demonstra o seu acolhimento ao turista. É uma cidade bem cuidada. Os locais turísticos são conservados, os passeios são de uma qualidade exemplar, prontos para receber o mundo”, afirmou Ariane Janér, EMCEE and Brazilian Laision.

A próxima Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável será realizada em Quito, no Equador, em 2015. Equador, onde fica a Ilha Galápagos, é reconhecida pela Unesco como patrimônio histórico mundial.


Voltar


Comente sobre essa publicação...