Semana On

Domingo 15.dez.2019

Ano VIII - Nº 375

Mato Grosso do Sul

Em Corumbá, programa ajuda inserir trabalhador no mercado

O Banco de Oportunidade amplia as chances de conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

Postado em 01 de Maio de 2014 - Redação Semana On

Após capacitação, trabalhador tem no BOM, uma ferramenta para entrar no mercado do trabalho. Após capacitação, trabalhador tem no BOM, uma ferramenta para entrar no mercado do trabalho.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com um total de 525 currículos cadastrados, 211 pessoas encaminhadas ao mercado de trabalho e 122 já empregados somente em 2014, o Banco de Oportunidades Municipal (BOM-Pantanal) está fechando o seu sétimo mês de atividades, com um balanço positivo em Corumbá.

Levantamento elaborado pela Gerência de Trabalho e Qualificação Profissional da Casa da Cidadania, ligada à Secretaria de Assistência Social e Cidadania, demonstra que o Banco está cumprindo com a sua finalidade que é buscar inserir o trabalhador corumbaense qualificado nos mais diferentes cursos ministrados pela Prefeitura de Corumbá, especialmente no Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco.

O BOM-Pantanal foi criado em 30 de setembro de 2013 pelo prefeito Paulo Duarte, como forma de apoiar o trabalhador, facilitando o acesso ao mercado de trabalho. “Hoje, podemos dizer que o BOM vem servindo como um importante aliado ao cidadão que está se qualificando e que precisa entrar ou voltar ao mundo do trabalho. Está cumprindo com as suas finalidades”, cita o subsecretário de Assistência Social, Nilo Corrêa.

Elo de Ligação

O gerente de Trabalho e Qualificação Profissional, Dílson Antônio Morais da Fonseca, reforça o fato do Banco de Oportunidade ter sido criado para servir com elo entre o empregador e o empregado. “As empresas desejam um profissional capacitado, qualificado. Isto a Prefeitura tem procurado fazer, oferecendo qualificação em vários espaços público, inclusive em parceria com o Governo Federal, por meio do Pronatec”, ressaltou.

“A preocupação não é apenas qualificar, mas sim, dar condições para que este profissional tenha suporte para entrar ou voltar ao mercado do trabalho e o Banco de Oportunidades está sendo importante para isto. O Bom tem acompanhado este trabalhador, oferecendo inclusive um suporte que é o ‘Treinão’, que tem contribuído para a entrada do mesmo no mercado de trabalho”, explicou.

Corrêa acrescenta que a credibilidade do Banco de Oportunidade está fazendo com que ocorra um aumento no número de profissionais interessados no cadastro, ampliando as chances de conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

“E são profissionais dos mais diferentes setores, desde secretária do lar, adestrador, auxiliar de serviços diversos, até nas áreas de informática, da saúde, administração, turismo, gastronomia, entre outras. O BOM está cumprindo suas finalidades, não resta dúvida”, revelou.

Parceria 

A parceria, segundo Dilson, não está acontecendo somente com o trabalhador capacitado. “As empresas também estão ampliando esta parceria com a Prefeitura, encaminhando relação de vagas existentes, o que facilita o em caminhamento do trabalhador”, cita.

Conforme ele, empresas interessadas em desejar fazer parte desta ampla parceria, e contratar os profissionais capacitados pelo Município, podem entrar em contato com a Gerência de Trabalho e Qualificação Profissional pelo telefone 3907 5322, e fazer o cadastramento.

“O mesmo pode ser feito pelos trabalhadores qualificados que desejam se cadastrar. Neste caso, além do telefone da Gerência, disponibilizamos também o site da Prefeitura, onde ele tem acesso ao cadastro. Pode também se dirigir ao Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco, na Rua 13 de junho, 2606, telefone 3907 5322, ou mesmo à Casa da Cidadania, na Rua XV de Novembro, 400, centro da cidade, e providenciar o cadastro”, explica. Na Casa da Cidadania, o telefone para contato é o 3907-5437.


Voltar


Comente sobre essa publicação...