Semana On

Sexta-Feira 05.mar.2021

Ano IX - Nº 432

Coluna

Divinas Divas

Transgressão em época de ditadura

Postado em 23 de Junho de 2017 - Danilo Custódio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Para que o cinema consiga alcançar sua capacidade social de transformar a vida de alguém, é necessário engajamento por parte daqueles que o realizam. Precisamos querer que o filme seja um agente de transformação. E quando alguém famoso, que já possui a capacidade de cativar muitos fãs e chamar atenção pra si naquilo que faz, decide se engajar como agente transformador, penso que o mundo pode sim se tornar um lugar melhor.

Leandra Leal, uma das mais competentes atrizes brasileiras de todos os tempos, estréia seu primeiro filme como diretora dando voz a pessoas que foram perseguidas durante a ditadura por transgredirem padrões, mas resistiram em nome da liberdade de ser. Em tempos onde o indivíduo está acima do coletivo em nome do consumo, que é coração pulsante de um mundo onde tudo o que interessa é o que o dinheiro pode comprar, Divinas Divas é um suspiro de resistência ao amor. E estréia essa semana. Fique ligado na fã-page e programe-se!

Mostra de Cinema de Ouro Preto

A 12ª CineOP começou ontem dando show de recepção e atrações. Tudo começou com um grande apelo à vida, porque “muitas pessoas conhecem o holocausto dos judeus, mas poucos se dão conta que são os índios que sofreram o maior genocídio da história da humanidade”. Antes de dizer isso, Avelin Buniacá Kambiwá enfatizou que “éramos uma população de mais de 4 milhões de indígenas antes do homem branco chegar, hoje somos menos de 5% da população brasileira”. Finalizou dizendo “quero terminar com uma coisa pra vocês pensarem: todo mundo aqui, que vive nesse país, tem sangue indígena... Alguns tem nas veias, alguns tem no coração, alguns tem nas mãos. Onde está o seu?. E é exatamente o que vai rolar por aqui ao longo da mostra, que termina dia 26. Uma programação garantida de filmes que vão bater forte na cachola, fazendo refletir acerca de muitas coisas relevantes, mas principalmente da questão indígena.

Sobre amor


Voltar


Comente sobre essa publicação...