Semana On

Quarta-Feira 28.jun.2017

Ano V - Nº 260

Camara

Mundo

Trump acuado com depoimento de ex-diretor do FBI

Presidente chama Comey de vazador

Postado em 09 de Junho de 2017   - Redação Semana On

Imprimir Enviar por e-mail

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou na sexta-feira (9) o ex-diretor do FBI (polícia federal americana), James Comey, de "vazador", um dia após este admitir, em depoimento ao Senado, que vazou à imprensa o registro do conteúdo de conversas que teve com o republicano por temer suas "mentiras".

"Apesar de tantas mentiras e declarações falsas, justificação total e completa... e WOW, Comey é um vazador!", afirmou Trump em uma rede social.

As acusações de Trump marcam um novo capítulo da disputa com Comey, cujas declarações a senadores na quinta-feira (8) reforçam a tese de que o presidente tentou obstruir a Justiça, crime passível de impeachment.

Comey, que foi demitido do comando do FBI no início de maio, se referia a uma conversa que teve em fevereiro com Trump, na qual o presidente o teria "orientado" a abandonar uma investigação contra o ex-assessor Michael Flynn, acusado de manter contatos irregulares com a Rússia.

O ex-diretor do FBI confessou ter registrado por escrito o conteúdo das conversas que teve com Trump e tomado a decisão de vazá-lo à imprensa, por meio de um amigo, por temer interferências da Casa Branca na investigação sobre os supostos elos da equipe de campanha do republicano com Moscou.

Comey disse aos senadores que começou a registrar o teor de seus encontros com Trump porque estava "realmente preocupado que ele poderia mentir sobre a natureza" das conversas.

Dois dias após o jornal "New York Times" publicar sobre a existência das notas redigidas por Comey, o Departamento de Justiça apontou o ex-diretor do FBI Robert Mueller para acompanhar a investigação como conselheiro especial, reforçando a independência do inquérito.

O advogado pessoal do presidente, Mark Kasowitz, sugeriu na quinta-feira que Comey poderia ser investigado por vazar para a imprensa um memorando de conversa na Casa Branca.

Na sexta (9), a equipe de advogados do presidente prometeu entrar com uma reclamação formal no Departamento de Justiça.


Voltar


Comente sobre essa publicação...