Semana On

Sexta-Feira 18.out.2019

Ano VIII - Nº 367

Mato Grosso do Sul

Governo entrega 272 moradias em Campo Grande

Aos 74 anos, aposentada concretiza sonho da casa própria

Postado em 27 de Abril de 2017 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O governador Reinaldo Azambuja entregou nesta semana, no Jardim Canguru, em Campo Grande, 272 unidades habitacionais construídas pelo programa Minha Casa, Minha Vida. O residencial, que leva o mesmo nome do bairro, recebeu investimento de R$ 17,7 milhões, sendo R$ 798,9 mil do Governo do Estado, R$ 16 milhões da União e R$ 854,9 mil da prefeitura.

“A construção desse residencial é uma importante parceria entre os Governos Federal, Estadual e Municipal que beneficia as pessoas”, destacou o Azambuja. “Aqui é o lugar onde vocês irão morar com dignidade e onde irão criar suas famílias com conforto e segurança”, disse durante a entrega das chaves dos apartamentos.

Tendo como agente financiador o Banco do Brasil, o residencial foi contratado pelo poder público em 2012. As moradias foram destinadas para famílias que possuem renda mensal de até R$ 1,8 mil. Pelo apartamento, cada beneficiário irá pagar uma taxa que varia entre R$ 80 e R$ 270. O valor é definido de acordo com a capacidade financeira de cada morador.

“Por muito tempo, sempre estive morando de favor ou de aluguel, passando dificuldades. Não tenho palavras para explicar minha felicidade em conseguir um apartamento desses”, contou, emocionada, Juliana Vieira de Carvalho, de 31 anos, que é mãe de duas filhas e está desempregada. Ela estima uma economia de até R$ 500 ao deixar o aluguel.

Cada um dos apartamentos entregues tem 48,46 m², com sala/cozinha, dois quartos, banheiro e área de serviço. São 272 apartamentos divididos em 17 blocos, sendo que 17 unidades são adaptadas para pessoas com necessidades especiais. Todas as moradias foram entregues com pinturas externa e interna, pisos de cerâmica e azulejos na cozinha, banheiro e tanque.

Campo Grande

Ao discursar na entrega do residencial, o governador reforçou os investimentos em moradias de Campo Grande. “Com os apartamentos entregues hoje, o Governo do Estado chega a marca de 3.690 moradias só na Capital, entre as entregues e as que serão concluídas em 2017. Em todo o Mato Grosso do Sul, estamos completando a marca de 12 mil moradias. Com os novos programas, entre eles o Cheque Moradia, vamos passar das 30 mil moradias”, afirmou.

O chefe do Executivo Estadual ainda falou da parceria que tem montado com a prefeitura para construir 320 casas que irão atender as famílias da antiga favela Cidade de Deus. “Estamos fortalecendo nossas ações e parcerias com a prefeitura para dar dignidade àquelas pessoas”, concluiu. Segundo ele, o Governo do Estado irá repassar aproximadamente R$ 4 milhões à prefeitura para viabilizar a parceria.

Para o prefeito Marquinhos Trad, entregar as moradias à população significa respeitar o cidadão. “São impostos que vocês pagam”, disse ele às pessoas.

Também participaram da solenidade de entrega a vice governadora, Rose Modesto, a diretora presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez; deputados estaduais, vereadores e secretários municipais de Campo Grande.

Sonho realizado

“A esperança é a última que morre”. A expressão pode até parecer clichê, mas para a aposentada Tertuliana Maria Ferreira Silva representa a realização de um desejo antigo, idealizado há pelo menos uma década.

Aos 74 anos de idade, Tertuliana concretizou o sonho de ter a casa própria em Campo Grande. “É uma alegria tremenda”, diz. Migrante do estado de Pernambuco, a aposentada chegou a Mato Grosso do Sul em 2007 em busca de novas oportunidades.

Sempre na companhia do marido Benedito da Silva, de 58 anos, com quem é casada há 40, Tertuliana nunca desistiu de sonhar. “A gente esperou tanto que uma hora veio, por isso, é uma satisfação muito grande receber essas chaves”, conta, emocionada.

A aspiração virou realidade e a aposentada vai largar o comodato em uma chácara da Capital para viver com o esposo em um imóvel próprio, no Jardim Canguru. O apartamento foi entregue na quinta-feira (27) pelo governador Reinaldo Azambuja.

Construído por meio de parceria entre os Governos Federal, Estadual e Municipal, o Residencial Jardim Canguru custou R$ 17,7 milhões aos cofres públicos para abrigar 272 famílias sul-mato-grossenses, uma delas a de Jacirlei Xavier de Souza, de 39 anos.

A dona de casa é outra beneficiada com a construção dos apartamentos. “Depois de sete anos esperando, é uma benção conseguir sair do aluguel”, comemora a mulher, que é mãe de dois filhos, um rapaz de 15 anos e uma menina de oito.

“São cerca de R$ 600 que eu vou economizar com o aluguel. Com esse dinheiro posso juntar um pouco para poder investir, abrir algum negócio ou fazer outras coisas”, planeja. Ela vai morar no apartamento com o marido e os filhos.

Os apartamentos entregues pelo poder público tem 48,46 m², com sala/cozinha, dois quartos, banheiro e área de serviço. São 272 apartamentos divididos em 17 blocos, sendo que 17 unidades são adaptadas para pessoas com necessidades especiais.

“É uma maravilha”, constata a dona de casa Luciane Gonçalves de Souza, de 28 anos. No apartamento 102 térreo, do bloco 8, ela vai viver com o esposo e os quatro filhos. “Tenho certeza que meu futuro aqui vai ser de muitas alegrias”, deseja.


Voltar


Comente sobre essa publicação...