Semana On

Quinta-Feira 14.nov.2019

Ano VIII - Nº 371

Mato Grosso do Sul

DST e AIDS

Campanha em MS é focada em público jovem

Postado em 24 de Fevereiro de 2017 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Programa Estadual de DST/ AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES/MS) iniciou a entrega dos kits e materiais informativos para o Carnaval 2017. Além dos testes rápidos, disponibilizados para os programas de cada município, cerca de 45 mil abanicos e 20 mil porta preservativos serão entregues para a campanha do carnaval aos municípios.

Os kits contem preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante e materiais informativos para a sensibilização e a difusão de mecanismos de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis. Os materiais podem ser retirados no prédio da Coordenadoria Estadual de Vigilância em Saúde, localizado na Avenida Costa e Silva, nº 1154, bairro Vila Progresso.

Mato Grosso do Sul apresenta um banco de notificações consistente e atualizado, e ocupa o 1º lugar na incidência em sífilis na gestação e o 6º em sífilis adquirida. Os dados refletem especialmente que a difusão das testagens rápidas na gestação, nas parcerias e as notificações como critério obrigatório para início de tratamento fortalecem as ações de consolidação do banco de informações do Sistema de Notificações Compulsórias de Agravos SINAN.

Este ano, os jovens são o foco da campanha, já que essa é a faixa etária que menos usa camisinha. De acordo com o Ministério da Saúde, a Pesquisa de Conhecimento, Atitudes e Práticas indica queda no uso regular do preservativo entre os que têm de 15 a 24 anos, tanto com parceiros eventuais – de 58,4% em 2004 para 56,6%, em 2013 – como com parceiros fixos – queda de 38,8% em 2004 para 34,2% em 2013.


Voltar


Comente sobre essa publicação...