Semana On

Sexta-Feira 22.nov.2019

Ano VIII - Nº 372

Mato Grosso do Sul

Estado contribui com safra recorde de soja

Investimento em infraestrutura e confiança do produtor foi fundamental, diz Rose.

Postado em 28 de Janeiro de 2017 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com investimentos de R$ 150 milhões na manutenção de estradas primárias e pontes em 2016, por meio do Fundersul, o Governo de Mato Grosso do Sul tem garantido o aumento da produção de grãos no Estado, destacou hoje a governadora em exercício Rose Modesto, ao participar, em Ponta Porã, da colheita histórica da safra 2016/2017 de soja, que será recorde no Estado. “A infraestrutura é fundamental para que o produtor invista cada vez mais na agricultura e tenha garantia de escoamento”, disse ela.

Rose falou do orgulho de Mato Grosso do Sul em receber tão importante evento de nível nacional e enfatizou que o governo aposta no agronegócio como uma das saídas para a crise econômica, ao gerar oportunidades de emprego e renda e contribuir para o equilíbrio financeiro do Estado, uma das metas do governador Reinaldo Azambuja. “Nosso governo tem trabalhado para que o produtor possa produzir com tranquilidade, sabendo que terá como escoar sua safra”, pontuou.

Ex-presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, integrou a comitiva da governadora em exercício e também ressaltou a força da sojicultora no Estado, exemplificando que o ato da colheita, realizado hoje de manhã, na Fazenda Jotabasso, simboliza a pujança e a riqueza que vem do campo. “O governo tem contribuído com aquilo que o produtor mais precisa, que é facilitar o escoamento e lhe dar suporte para que seja eficiente e produza cada vez mais”, disse.

Estradas e pontes

 Segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, também presente ao evento, no ano passado o governo estadual realizou a manutenção permanente de três mil quilômetros de estradas não pavimentadas, atendendo diretamente o homem do campo – do pequeno ao megaprodutor -, e a meta é chegar aos cinco mil quilômetros até o fim de 2017. Citou, ainda, que o governo executa hoje 42 das 66 pontes de concreto lançadas em dezembro de 2016 pelo governador Reinaldo Azambuja.

 “O governo tem contribuído com o crescimento da agricultura ao cumprir compromissos com o setor produtivo, onde a infraestrutura é fundamental”, disse Miglioli, acrescentando ainda as obras em andamento de restauração asfáltica de rodovias que integram o corredor do agronegócio, como a que liga Caarapó a Amambai, onde estão sendo investidos R$ 55 milhões.

Rose Modesto acompanhou o ato simbólico da colheita nacional de soja em uma área de lavoura irrigada da fazenda Jotabasso, em Ponta Porã, em uma das sete colheitadeiras que fizeram o trabalho por alguns minutos, ao lado do secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel. O evento realizado pela fazenda, que cultivou nesta safra 18,5 mil hectares de soja, e pela Prosoja Brasil, contou ainda com a presença do ministro interino de Agricultura, Eumar Novachi.

Safra recorde

Com programação iniciada na quarta-feira, o ato oficial de colheita de soja, realizado pela primeira vez no Estado, reuniu mais de mil pessoas nas atividades de campo e palestras, bem como autoridades de várias regiões do País. Do Estado, estiveram presentes os senadores Valdemir Moka e Pedro Chaves e a deputada federal Tereza Cristina, prefeitos, dentre os quais o de Ponta Porã, Hélio Peluffo (PSDB), e vereadores.

Ponta Porã é o segundo município produtor de soja do Estado – o primeiro é Maracaju – e nesta última safra o Estado deverá produzir 7,79 milhões de toneladas, conforme previsão da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), o que representaria um crescimento de 2,44%. Se esse número se confirmar, Mato Grosso do Sul terá produção historicamente recorde. A safra brasileira também será recorde: 213,7 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas.


Voltar


Comente sobre essa publicação...