Semana On

Sexta-Feira 05.mar.2021

Ano IX - Nº 432

Coluna

Habemos Lama

Saiba tudo sobre a operação da PF em MS.

Postado em 13 de Maio de 2016 - Liziane Berrocal

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Eita, semana tensa. Aliás, 15 dias bem tensos e complicados. Da Lama à queda, da queda a um ministério sem mulheres. Eu não poderia abrir nossa coluna sem falar disso tudo. Aliás, acredito que o único lugar que ficou paradinho – como sempre, foi a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, onde parece que não acontece quase nada!

Pelo começo

Comecemos pelo começo da semana então? Na terça-feira, a polícia Federal - que aqui não conta com um Japonês - amanheceu na casa do Tio Pucci, do Giroto e da Rachel, do João Amorim e da prole dele, além de uma galera de gente, que nem adianta ficar escrevendo nome que vocês não conhecem.

Os envolvidos na lama

Brincadeira, vamos à lista dos presos: André Luiz Cance (já foi da Agesul, mas também já foi do TCE, e se tio Waldirzinho entrar aqui para pedir minha demissão, saiba que aqui é probono :P), Edson Giroto (já sabem quem é né?), João Amorim (irmão da Antonieta, mas também amigo de uma galera), Flávio Henrique Garcia (cunhado do Gigi), Ana Paula Amorim Dolzan, Ana Lúcia Amorim, Renata Amorim Agnoletto (tudo da prole do Amorim, filhas unidas até nisso), Rachel Rosa de Jesus Portela Giroto (socialite de carteirinha, pré-candidata a vereadora e advogada, por isso cumpriu o babado em casa), Wilson Roberto Mariano de Oliveira (ex-deputado que acabou levando a filha,  Mariane Mariano de Oliveira junto – que tinha parido há 24 dias e também cumpriu em casa), Ana Cristina Pereira da Silva, Maria Vilma Casanova, Hélio Yudi Komiyama (não é do Playstation tá), Evaldo Furrer Matos e Elza Cristina Araújo dos Santos. Além das 15 prisões, foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensões em Presidente Prudente (SP), Tanabi (SP), Curitiba (PR), Maringá (PR), Campo Grande (MS) e Rio Negro (MS). Tá bom para vocês?

Eles foram, mas voltaram...

Ah, e quando estavam para sair da cadeia, o que aconteceu? Eles voltaram...

Lama Crush Saga

E como a Lama Asfáltica pelo jeito vai ter mais fases que Candy Crush – e esse povo adora inventar nome de operações, essa foi "Fazendas de Lama", para analisar umas fazendinhas aí, que somam uns 67 mil hectares e que estariam em nome de laranjas, com uns boizinho aí com iniciais AP, que nem precisa ser de André Puccinelli, porque esse povo é tudo maldoso.

De cuequinhas

Tio Pucci foi lá na PF, de boas, e ainda fez o povo rir. Falou que foi pego de roupas íntimas quando a polícia chegou chegando. Geral filmou sendo alvo lá no prédio, mas as imagens dele de cuecas ninguém conseguiu. Como nós somos vergonhosos, não quero nem pensar nele "culequinhas".

As ilações

Os números são intensos: de 15 a 30 e tantas fazendas. Delação premiada, vai pra cadeia, sai da cadeia, é advogada, acabou de parir, volta pra cadeia antes mesmo de sair e tudo vira um tititi danado, mas nessa história há mais coisas entre o céu e a terra que supõem a nossa vã filosofia.

Seje menas! (errado assim mesmo, que vão entender)

Tem político com cargo mandatário que diz que adota "pagamento por produtividade" em casas legislativas. Ok, vamos lá. No entanto, isso é ilegal, imoral e se engorda, engorda somente um bolso, que não é o do trabalhador. E, vamos ser honesto, pelos nomes que ouvimos, se eles fossem receber por produtividade, o salário seria de fome!

Pois é...

Na volta dos que não foram, apesar de ilações e muito diz-que-me-diz, Mato Grosso do Sul ficou sem nenhum ministério. Os democratas, que haviam alardeado a possibilidade de Luiz Henrique Mandetta (deputado federal pelo DEM) assumir o Ministério da Saúde, erraram longe, longe. Mandetta, apesar de ser "oposição sem trégua" à presidente afastada Dilma Rousseff (PT), continua deputado federal, como antes. O mesmo com Carlos Marun, que apesar de ter assumido um protagonismo intenso, não foi chamado para o primeiro escalão.

De braçada

Nesse caso, Tio Pucci ainda nada de braçada. Ele praticamente saiu da sede da Polícia Federal e foi para a posse de Michel Temer (PMDB), que assumiu a presidência interinamente. Em fotos com o "pupilo" Marcio Fernandes, Puccinelli deixa claro que o trânsito em Brasília será fácil, fácil...

Só por que saiu no Fantástico?

A Santa Casa de Campo Grande voltou a ser palco de discussões do tipo "sexo dos anjos". Talvez eu seja má interpretada, mas em termos de alta complexidade, a Santa Casa ainda é o melhor, e o SUS ainda é o melhor plano de saúde que existe. Para me fazer entender, vou usar o que recebi do colega Edivaldo Bittencourt:

Olha a letra!

"Sobre a saúde, há falhas de atendimento, mas o atendimento, para quem consegue passar o sufoco por vaga é ótimo na Santa Casa, Hospital Regional, Hospital do Câncer e, agora, HU. Se tem desvio, tem, mas existe uma fiscalização diuturna. Então, o problema é mais complexo do que se imagina. A Santa Casa, por todos os males, é o único hospital que realiza muitos procedimentos complexos, pelo SUS e pelo privado em Campo Grande. Até rico, que tem avião, mas não terá tempo de chegar ao "primeiro mundo", só tem a Santa Casa como salvação". O resto é espetáculo para louco dançar.

Desabafo estrelado

A filha de Delcídio do Amaral, a Duda Amaral, publicou desabafo no Facebook sobre o que passou com o pai preso, os anos que ela ficou sem a presença paterna, por ele estar na política. Fez sucesso, recebeu apoio – mas, infelizmente foi chamada até de puta por parte de gente babaca. Há quem diga que o texto não foi tão espontâneo assim e que teria sido milimetricamente escrito. Aliás, virou inclusive "artigo" no Estadão.

Aqui não, violão

Prefeitura tentou fazer cortesia com chapéu alheio no bairro Portal da Lagoa e levou um sonoro não dos moradores. Segundo ouvimos, a Prefeitura ficou de auxiliar na limpeza de um campo de futebol na comunidade Tia Eva e não cumpriu. Com isso, o pessoal da comunidade pediu para usar o campo da Portal da Lagoa, cujo local é cuidado pelos próprios moradores.

Lá também há um centro comunitário. "Bem simples, bem humilde e nós mesmo cuidamos, a associação de moradores", conta Sêo Santana, o líder do bairro. "Pedimos e não fizeram nada, sabem que estamos numa situação complicada e as comunidades tem que se ajudar e estamos para socorrer. Pode usar o bairro inteiro, mas fiquei chateado de mandarem a propaganda para cá, mas eu não deixei. Não é questão de nada, é de falar a verdade, não liberamos a propaganda mesmo, não nos atende, estamos com as ruas completamente interditadas, sem iluminação pública, sem patrolamento", reclamou. Mandou retirar as placas e foi aplaudido.

Caravana da Saúde

Disputadíssima a Caravana da Saúde deu pano para manga - e discussões intermináveis dos filósofos de whatsapp. O mega evento - que é, por enquanto, o único de Reinaldo Azambuja, trouxe uma super estrutura para o Albano Franco e muita gente trabalhando para "zerar a fila da saúde". Sem entrar no mérito da discussão de valores, os números impressionam e muito. Além das cirurgias de cataratas e encaminhamento para cirurgias eletivas, médicos especialistas e exames que não são feitos (sabe-se lá porque, porque todo mundo continua pagando imposto), a Caravana foi palco para os políticos. Normal, em se tratando de ano eleitoral. Até mesmo quem foi contra, aproveitou para dar o ar da graça, que foi o caso do prefeito Alcides Bernal. Claro, que mesmo metendo o pau aproveitou para sair na foto, e os caras de pau ainda quiseram faturar em cima. 

Vale acompanhar

Vale acompanhar: Delcídio vai falar no Roda Viva, programa da Rede Cultura. Esperamos que não seja mais do mesmo e que ele fale além do que já falou.


Voltar


Comente sobre essa publicação...