Semana On

Sábado 05.dez.2020

Ano IX - Nº 422

Coluna

Liberdade, liberdade...

Todos nós em prisão domiciliar.

Postado em 18 de Fevereiro de 2016 - Liziane Berrocal

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Delcídio Amaral (PT) primeiro senador preso na história democrática do país, foi solto após o carnaval. O mister Teori Zavascki do STF (Intergalaxial Sumpremos Combus Hitz da Justiça) mandou soltar o Senador de Todos. Agora, ele poderá voltar ao Senado em prisão domiciliar. Enfim, depois de quase três meses, deve ser muito bom dormir em casa. Ele só vai sair para trabalhar, terá que passar todas as noites e fins de semana em casa, não poderá viajar para o exterior. Igualzinho a maioria dos brasileiros.

Pulando a janela

Desde que assumiu o mandato na Câmara Municipal, entrando no lugar da ex-vereadora Thais Helena, o vereador Roberto Durães já chegou agitando o cenário. Ele, que em um dia afirmou estar de "luto" pela cassação da companheira de partido, no outro dia entrou com pedido judicial para entrar na vaga dela. Agora, ele saiu do partido. Aproveitou a "janela eleitoral" e pulou a dita cuja. O PT não fez por menos e regaçou em uma nota oficial. Jogou caquinha no ventilador e avisou que o parlamentar, que tentou dez candidaturas antes de finalmente sentar na cadeira sonhada, só está lá porque foi eleito graças ao partido. Vixi...

Eleição

O pré-candidato a prefeito Ricardo Ayache (PSB) já está em ritmo de campanha. Mas, calma, não é a campanha eleitoral não! É a campanha para a reeleição da Cassems. Ele é candidato a reeleição, mas esse pleito será um pouco mais fácil, porque ele vai concorrer com ele mesmo, ou seja, chapa única. O bicho pega mesmo é na eleição em outubro.

Bonitão do Gaeco

O promotor e gato Marcos Alex Vera, que ainda coordena o Gaeco, conversou com a imprensa após o guarda municipal Fabiano Neves vir a público com uma reviravolta na novela Bernal & Olarte. Ele (o guarda, não o gato) afirmou que mentiu em depoimento porque foi coagido. Marcos Alex não gostou nenhum pouco e abriu o verbo. Ou seja, se o cafezinho está esfriando voltou a borbulhar dentro do bule e o negócio vai pegar fogo. O duro nessa queda de braço é saber que quem sai queimado na verdade é o povo e não os envolvidos...

Por falar nisso...

Marcos Alex Vera deu risada de algumas ilações que fizeram das férias dele. Ele, que saiu de férias em dezembro logo após entregar o fatídico (ou não) relatório do Gaeco, viu seu nome envolvido em várias polêmicas e brincou com algumas, como por exemplo, que ele estaria aproveitando uns dias com a família em Cancun. Ele disse que realmente viajou, mas foi para o "exterior do Paraná", onde foi visitar a família.

Solidariedade

O partido SD (Eu acho tão lindinha a sigla, se fosse SDD eu diria que era saudades) começa a se organizar para as eleições deste ano. Sem candidato a prefeito, o caminho parece ser o apoio a Reinaldo Azambuja e ao ninho tucano. Ou seja, apesar de organizado fortemente no cenário nacional, localmente vão unir forças para mudar o cenário de caos que está a cidade.

Pois é...

Por falar em cenário de caos, Bernal - o Reizinho Mandão (não venham me xingar, please) - exonerou quase 50 diretores e diretoras de escolas e Ceinfs do município. Até aí, tudo bem? Não, não está tudo bem. Sorrateiramente, ele fez isso sem avisar e pior, um pouco depois de começarem as aulas. Teve mãe que ficou desolada e profissionais que ficaram desesperados.

Bernal levou uma bronca pública da vice-governadora Rose Modesto bem no dia da visita da ministra Tereza Campello. Ele ficou meio bravo (eita), chegou no ouvido dela e falou: “Que sacanagem”. Olha, depois de sacanear os diretores e a educação do município, queria o que?

Calote

E como um assunto se interliga a outro, vamos lá, que por falar em sacanagem, esse é o nome que se dá ao calote que o Bernal está dando nos ex-funcionários que trabalharam PARA A PREFEITURA (deixa eu frisar, que, senão, os burros não entendem). Gente, trabalharam e pronto. Não tem que dar calote! Simples assim. Enquanto isso, tem fantasma brigando na internet e de mimimi diário para defender o indefensável!

Vale acompanhar

No dia primeiro de abril, apesar de ser dia da mentira, haverá duas coisas bem verdadeiras e importantes para os cidadãos. Primeiro, o fechamento das contratações, ops, das adesões partidárias. Dos craques aos jogadores de várzea, todos deverão assumir por quais siglas vão disputar as eleições de prefeitos e vereadores. E, pode ser que os jogadores de várzea tragam grandes revelações e que os craques se mostrem tremendos pernas de pau. Tem também a eleição da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) que vai escolher o mandachuva do MPE. Vamos acompanhar... 


Voltar


Comente sobre essa publicação...