Semana On

Sexta-Feira 27.nov.2020

Ano IX - Nº 420

Coluna

E dá-lhe Zika

Estamos todos na mesma rede.

Postado em 18 de Fevereiro de 2016 - Maranhão Viegas

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Segue em todo o país uma cruzada contra o mosquito da dengue, da Zika e da Chikungunya. Talvez seja essa a guerra mais urgente. Porque os números de pessoas doentes aumentam em progressão geométrica, sem que os esforços deem ainda sinais de algum efeito contrário.

Descuido

No centro de Brasília há um hotel abandonado (o Torre Palace), ocupado por dezenas de moradores de rua, integrantes de movimentos que reivindicam moradia, usuário e traficantes de drogas. Uma comunidade marginal plantada no coração da cidade.

Nesta semana, equipes da limpeza pública do governo fizeram uma blitz higiênica. Recolheram lixo e cortaram mato ao redor do hotel. Lá dentro, o território é dominado. Só entra quem eles deixam.

O prédio está em litígio. Os donos brigam. Enquanto a briga não se resolve, a vida vai seguindo. E o incômodo crescendo. No coração da cidade. O vice-governador Renato Santana defende a demolição do prédio. A briga continua. Inclusive, a contra o mosquito que causa a Zika.

Mais desgaste

Na capa do Correio, uma ilustração gigante mistura Lula e o mosquito da dengue (e da Zika), alojado no que seria o tríplex que a OAS teria reformado e que seria da família do ex-presidente.

Sobre isso, Lula deveria depor nesta semana, mas o depoimento foi suspenso.

As manchetes se sucedem, a imagem do ex-presidente se desgasta, Lula resiste. É um embate que segue, sem fim.


Voltar


Comente sobre essa publicação...