Semana On

Sábado 23.jan.2021

Ano IX - Nº 427

Campo Grande

Pesquisa do Procon encontra variação de até 121,07% em produtos de Natal

Agência reprova 43% dos produtos analisados na Operação Especial Papai Noel.

Postado em 17 de Dezembro de 2015 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Pesquisa de preços divulgada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul (Proncon/MS) encontrou variação de até 121,07% em preços de produtos que compõem cestas de Natal. O levantamento foi realizado em oito redes de supermercados de Campo Grande, entre os dias 7 e 11 de dezembro.

A maior porcentagem de variação (121,07%) de preços foi verificada na venda do vidro de 200 gramas da azeitona verde. Em uma loja o alimento é encontrado por R$ 3,75 e em outra por R$ 8,29. Na lista dos produtos que registram grande variação de preços também está o panetone de gotas de chocolate de 400 gramas – variação de 89,99%. Em um dos supermercados pesquisados o produto é encontrado por R$ 7,89. Em outro, por R$ 14,99. O levantamento fez comparações de preços de produtos da mesma marca.

Confira a integra da pesquisa do Procon.

Operação Papai Noel

A Operação Especial Papai Noel, realizada em estabelecimentos comerciais de Campo Grande de 7 a 11 de dezembro pela Agência Estadual de Metrologia (AEM/MS) analisou 1079 produtos relacionados ao período de festas natalinas, como luminárias tipo mangueira, pisca-pisca, brinquedos e bicicletas de uso infantil. Foram visitados 20 estabelecimentos na Capital e do total de itens analisados, 43% foram reprovados. O maior índice de reprovação ainda permanece com os brinquedos, que, praticamente metade dos itens avaliados, não ostentava o selo de avaliação da conformidade (Selo do Inmetro).

Os produtos que há algum tempo não eram encontrados de forma irregular no mercado e que desta vez apareceram, foram as luminárias tipo mangueira e tipo pisca-pisca. Os fiscais encontraram plugues fora do padrão estabelecido pela norma ABNT NBR 14136 e sem apresentar a marca da conformidade. É de extrema importância ter um produto elétrico certificado, já que os plugues não podem apresentar em sua composição materiais ferrosos, que são os principais causadores de sobreaquecimento nas instalações residenciais e que podem resultar em incêndios.

Todos os estabelecimentos fiscalizados que comercializam bicicletas infantis, apresentaram produtos regularizados. As bicicletas de uso infantil devem apresentar o selo de avaliação da conformidade, bem como algumas informações obrigatórias referentes ao fabricante.

Os estabelecimentos notificados possuem dez dias para apresentar o documento fiscal que comprove a origem do produto. A AEM-MS lembra que os comerciantes são orientados com frequência pela Agência com relação à obrigatoriedade da certificação dos produtos e que todos os anos operações especiais são realizadas com a finalidade de coibir possíveis irregularidades encontradas no comércio em geral.

Confira abaixo os números da Operação Especial Papai Noel.

Produtos

Fiscalizados

 Reprovados

Brinquedos

848

415

Luminárias (mangueira)

30

8

Luminária (Pisca-Pisca)

194

37

Bicicleta iInfantil

7

0


Voltar


Comente sobre essa publicação...