Semana On

Sábado 23.jan.2021

Ano IX - Nº 427

Campo Grande

Projeto Motos na Frente pretende evitar acidentes

Agetran fará uma semana de campanha de conscientização.

Postado em 09 de Dezembro de 2015 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Uma faixa de área de espera de motos na Avenida Ernesto Geisel até a Rua Candido Mariano, região central de Campo Grande, é a primeira ação do projeto “Moto na Frente”.  A ação visa dar mais segurança para os motociclistas e evitar acidentes.

Segundo o diretor de Trânsito da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Carlos Alberto Pereira, esse projeto é baseado na resolução n°5550/2015 do Contran, que permite em caráter experimental esse tipo de sinalização. Ele explica que essa medida visa diminuir o conflito gerado por condutores de moto e carros dando, mais segurança para ambos e para os pedestres.

“Esse projeto já foi implantado com sucesso em Fortaleza, São Paulo e ao José dos Campos. Essa medida pretender evitar acidentes principalmente colisão lateral. Só aqui em Campo Grande a Agetran registra 18 acidentes envolvendo motociclistas em Campo Grande”, ressalta Pereira.

Durante uma semana, a Agetran realizará uma campanha educativa para os motoristas e motociclistas se conscientizarem sobre essa nova faixa de segurança. “Vamos fazer uma avaliação durante 45 dias para saber sobre número de infrações, acidentes e se for positivo vamos expandir para outras vias como a Lúdio Coelho Martins. Tudo vai ser levado em conta a adaptação das pessoas, as avaliações dos próprios usuários”, explica Pereira.

Ele comenta ainda que a faixa para os motociclista é opcional: ele pode ou não usá-la. Mas, caso o motorista ultrapasse a faixa de contenção será multado com infração média que está em torno de R$ 127 reais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...