Semana On

Terça-Feira 13.abr.2021

Ano IX - Nº 438

Coluna

Consoles portáteis

Como consoles de última geração são caros, saída são as plataformas portáteis.

Postado em 16 de Outubro de 2015 - Rafael Naruto

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Nesse fim de ano que se aproxima, a busca pelos videogames mais modernos aumenta de forma bem expressiva. O único problema é que o investimento continua sendo bem salgado para o bolso de nós brasileiros.

Uma solução que vem agradando várias famílias é a aposta pelos videogames portáteis que agregam um investimento mais acessível e uma ampla experiência de entretenimento.

Os melhores que encontramos nessa geração pertencem as gigantes SONY e Nintendo. Tenho comigo três portáteis da SONY o PSP, PS Vita 1000 e o PS Vita 2000. Da Nintendo tenho o 2DS e o New 3DS que preenchem as lacunas de tempo de espera forçada no meu cotidiano.

A Nintendo ganha com uma grande biblioteca de jogos, o 2DS, é o mais acessível e possui a capacidade de rodar jogos de Nintendo DS (geração passada) e de 3DS o que o torna muito versátil, já o New 3DS além da capacidade de rodar jogos da geração passada conta ainda com títulos exclusivos para ele, o que faz o investimento valer a pena.

A SONY com o seu poderoso PS Vita agrada para jogadores que desejam uma nova experiência interativa, pois sua tela touch scren e o seu touch pad mudam por completo a forma convencional de jogar qualquer tipo de game. Com a utilização de aplicativos disponíveis como o Netflix e Crunchroll a experiência se torna ainda maior. O único problema é que a biblioteca de títulos para ele não é bem expressiva.

Existem muitas análises e comparativos e no final cabe para cada família decidir em qual investir. Ambos Valem um Play pois cumprem exatamente o que prometem.


Voltar


Comente sobre essa publicação...