Semana On

Segunda-Feira 08.mar.2021

Ano IX - Nº 433

Coluna

Enquanto isso, numa mesa de bar

Um bate-papo sobre a diferença entre o que sabemos e o que sentimos.

Postado em 08 de Maio de 2015 - Rodrigo Amém

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

- Nunca houve tanta corrupção no Brasil.

- Como você sabe? - ela respondeu espetando uma batata.

- Ué. Só não vê quem não quer. Não tem um dia em que não tenha uma notícia sobre CPI, sobre delação premiada, sobre investigação da PF. Uma pouca vergonha! - Ele reclinou na cadeira e deu um gole no chopp.

- Nunca houve tanta notícia sobre corrupção, você quer dizer. - ela disse.

Ele fez um barulho com os lábios para demonstrar escárnio.

- Pois então, Cátia. Se tem notícia, é porque tem corrupção. Ou você também acha que é conspiração da mídia? Faça-me o favor!

- Não. Só acho que manchete de jornal não é uma maneira sensata de entender as coisas. Se manchete de jornal fosse indicador de realidade ninguém nunca mais viajava de avião na Malásia.

- E qual é a maneira certa? Fazer de conta que não estão metendo a mão? - perguntou ele com indisfarçável impaciência.

- Você está dizendo que nunca se roubou tanto no país porque todos os dias tem uma notícia de corrupção. Mas você concorda que nem todos os casos de corrupção são noticiados. Tem aqueles que  ninguém descobriu, tem aqueles que o editor achou pequenos demais... enfim, nem tudo que é corrupção vira notícia.

- Exatamente! Ou seja, isso que está aí é só a ponta do iceberg. É só o que a gente fica sabendo.

- Exatamente. Sua impressão de que vivemos o recorde de corrupção é baseada no que sai na imprensa. Mas e se não for? A gente sabe muito pouco sobre o que rolava em outras épocas. Do fim dos anos 90 pra cá, por exemplo, apareceu a internet. Isso deve ter ajudado a denunciar alguns esquemas, não? Então. Antes disso, muita coisa provavelmente não veio a público porque não chegava à mídia tradicional. Hoje, se eu tentar subornar um guarda da Lei Seca, por exemplo, ele posta no Youtube.

- Sim, claro. Mas...

- E antes, até os anos 80, tinha a censura. O governo controlava tudo que era publicado. E muita gente que tentava denunciar os abusos acabava torturada, desaparecida...

- Ah, faça-me o favor! Só falta você dizer que é tudo mentira isso de mensalão, de dólar na cueca, de...

- Só estou dizendo que essa história de " era mais corrupta" não faz sentido. "Qual governo roubou mais?" Resposta: não sabemos. Só sabemos o seguinte: agora é mais fácil a roubalheira aparecer. A gente só sabe que, agora, a gente sabe. Essa sua comparação usa dois pesos e duas medidas, Otávio. É como medir o tamanho do iceberg só pela ponta.

- E você quer que eu faça o que? Bata palminha pro governo só porque eles não conseguem mais esconder as maracutaias? Quer que fique por isso mesmo?

- De jeito nenhum. Eu quero ver esse povo todo na cadeia. Só fico bolada quando você fala bobagem, amor. Pega mal. Pede mais um chopp?


Voltar


Comente sobre essa publicação...