Semana On

Sexta-Feira 30.out.2020

Ano IX - Nº 416

Coluna

Marketing Online

Informações mais recentes.

Postado em 03 de Abril de 2015 - Jorge Ostemberg

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“Não, a vida não é uma festa permanente e imóvel, é uma evolução constante e rude” (Ramalho Ortigão – Site Pensador UOL).

Embora não só tenhamos tratado aqui, em outros artigos, sobre o marketing, como iremos tratar dele em seus vários aspectos, o considerando como peça primordial, fundamental, para os empreendimentos, considerando que em instâncias principais empreender é aplicar administração em determinada escolha de mercado, muitas vezes apenas atualizamos determinados aspectos do marketing virtual, pois a prática do comércio virtual tem, como era de se prever, aumentado bastante. E não se sabe ainda quando se poderá considerar que as inovação nesse campo estão próximas do esgotamento.

Para este artigo, a pesquisa, naturalmente feita no campo online, privilegiou dois aspectos principais; verificaram-se aspectos gerais e posteriormente quanto às plataformas ideais.

Atualizando o tema marketing online, encontramos na revista Exame, voltada para os negócios, orientações de Eduardo Andrade, especialista em marketing, que nos diz que devem ser, sobretudo, objeto de atenção alguns aspectos essenciais, que são: relevância, os produtos ou serviços devem mesmo serem alvo de intensa compreensão por parte dos colaboradores, incluindo-se, se necessário, aplicação de cursos específicos para melhoria de desempenho no atendimento. Discurso e prática devem ter consonância, entrega-se aquilo que de fato é oferecido. A isso deve preceder o planejamento adequado e se é momento de crise, obviamente a palavra cautela deve funcionar como também um ferramenta adicional de qualidade. Deve ser lembrado que as redes funcionam com interatividade de informações e não havendo sinceridade, não sendo genuínas as promessas, isso virá à tona e os negócios serão comprometidos negativamente. Eduardo Andrade ainda observa que a atuação, conforme a situação, sem perda de qualidade, pode ser expandida; e nota que os blogs ainda são uma excelente ferramenta de apoio.

Após visita ao site da Exame, se verificou a atualização do SEBRAE, sobre o tema, e se encontraram inclusive alguns paradigmas já bastante difundidos como essenciais em empreendimentos, como a preocupação com produto, que deve se diferenciar, tanto quanto possível, e trazer valor agregado. O preço, que deve ser capaz de suportar a concorrência; o ponto de venda, que deve ser acessível o suficiente e a hospedagem web deve ser correspondente em qualidade; observa-se ainda a promoção, que é do clássico mix de marketing 4ps, que deve ser analisada a partir da maneira como ocorre o tráfego no site. O público ao qual serão destinadas as promoções deve ter uma análise adequada de combinação de perfil empresa-cliente e na utilização de comunicação via e-mails promocionais, tal deve ser feita devidamente autorizada. O SEBRAE lembra ainda a importância da privacidade, o cliente tem que confiar no mecanismo de interação com o cliente, ter a certeza de que seus dados não serão utilizados incorretamente ou vazados por falta de segurança.

Quanto às plataformas; encontramos no site, importantes dicas.

Para a DVCM, a escolha adequada de plataforma é um dos momentos mais importantes da prática do marketing e comércio online. Isso remete ao fato de que se deve verificar a existência ou não de evidências a favor da escolha de uma plataforma: se a empresa tem tradição no setor, qual a experiência de outros clientes que já utilizam a plataforma em oferta, inclusive com verificação sobre suporte, desemprenho de provedor e se existem opções para a expansão. Deve haver envolvido na negociação, por parte da empresa contratante, um profissional que possa verificar aspectos técnicos como funcionamento das URLs amigáveis, metatags únicas, redirect 301, se há integração avançada com sistemas de monitoramento como o Google Analytics, se existem opções de integração avançada com programas de links patrocinados (Google AdWords), sobre a questão de exibição em dispositivos móveis, nível de integração com redes sociais presentes no sistema e recursos relativos à segurança das transações (SSL, sistemas antifraude).

Para aqueles que têm dúvidas sobre o assunto e querem se aprofundar antes de empreender no marketing digital, se encontram dispostas várias ofertas, com ampla lista de tópicos de domínios, a serem passados mediante cursos, como por exemplo este e este.

Vale a pena verificar quais são os cursos que responderiam ao empreendedor, de maneira segura, o aumento de sua capacidade no domínio do marketing digital, considerando que este só tende a se intensificar e definir muito no mundo da concorrência entre empreendedores.


Voltar


Comente sobre essa publicação...